fbpx

terça, 24 de maio de 2022

Substitutos de secretários vão administrar R$ 5,3 bilhões

Por conta do prazo de desincompatibilização que venceu no dia 2 de abril, a Prefeitura e o Governo do Amazonas perderam oito secretários que podem disputar a eleição.

6 de abril de 2022

Compartilhe

Oito secretários e titulares de atarquias como é caso da Polícia Civil (PC), entregaram os cargos no mês passado para concorrer a deputado federal e estadual. A gestão do prefeito David Almeida teve cinco desfalques, enquanto que o governador Willson Lima (UB) perdeu três secretários (Foto: Divulgação)

Os novos titulares de secretarias e autarquias municipais e estaduais que tomaram posse por conta da saída dos secretários para disputa na eleição de outubro vão administrar um orçamento de R$ 5,3 bilhões. O cálculo é baseado nas leis orçamentárias de Manaus e do Amazonas, aprovadas ano passado para o exercício de 2022.

Oito secretários e titulares de autarquias, como é caso da Polícia Civil (PC), entregaram os cargos no mês passado para concorrer aos cargos de deputado federal e estadual ou, mesmo, ficarem à disposição dos partidos. A gestão do prefeito David Almeida teve cinco desfalques, enquanto que o governador Willson Lima (UB) perdeu três secretários.

No comando da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que possui a maior dotação orçamentária da Prefeitura de Manaus, saiu o ex-deputado federal Pauderney Avelino (UB) e entrou a irmã do prefeito, Dulce Almeida, que vai comandar R$ 1,8 bilhão em recursos públicos.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), agora comandada pelo médico Djalma Coelho, que substituiu a secretária Shádia Fraxe, conta com R$ 1,2 bilhão em recursos. É a segunda maior previsão orçamentária da Prefeitura Municipal de Manaus.

Com a saída de Marcos Rotta da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), o agora ex-secretário de Feiras e Mercados (Semacc), Renato Júnior, passa a dar as cartas como novo titular.

Renato Júnior, que anteriormente cuidava de um orçamento mais enxuto (R$ 42,1 milhões), ao assumir a Seminf, passa a comandar R$ 398,1 milhões.

No Governo do Estado, a saída da delegada-geral Emília Ferraz, que deixa a PC para concorrer no partido do governador a uma vaga na Câmara dos Deputados, coloca na mão do sucessor Ricardo Aparecido Leite a quantia de R$ 716 milhões.

A saída das secretárias Mirtes Salles e Alessandra Campelo (PSC) da Secretaria de Assistência Social (Seas) e da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejusc), respectivamente, colocou sobre o colo dos novos titulares das pastas o montante de R$ 680,7 milhões.

O advogado Emerson Lima assumiu a Sejusc, enquanto a Seas está sob comando de Kely Patrícia Paixão Silva, que era secretária executiva da pasta.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Zé Ricardo rebate AGU e diz que Zona Franca é um Polo Industrial brasileiro

O deputado federal pelo PT Amazonas disse que o principal modelo econômico do estado produz produtos consumidos em todo o Brasil e que precisa ser preservado.

24 de maio de 2022

Candidato de Bolsonaro é derrotado e PL indica evangélico a vice da Câmara

O PL pressionou o presidente da Câmara a retirar o ex-integrante da legenda, Marcelo Ramos, da vice-presidência da Casa e tentar emplacar um deputado da sigla no posto.

24 de maio de 2022

Deputado garante que Solidariedade vai até as últimas instâncias pela ZFM

Ricardo Nicolau disse que o Solidariedade está fazendo a sua parte para defender os interesses do Estado do Amazonas e os empregos gerados pela Zona Franca de Manaus.

24 de maio de 2022

Wilson confirma Bolsonaro em Manaus, mas não sabe se vai encontrá-lo

Wilson Lima afirmou que ainda está em tratativas com a equipe do presidente para saber se haverá um encontro. Essa é a primeira vez que Bolsonaro vem ao Amazonas em 2022.

24 de maio de 2022

Semmas defende educação ambiental para combater lixo em igarapés

Secretaria tem a menor previsão orçamentária para 2022 e qualquer implementação de política pública neste sentido pode ser afetada pela falta de recursos.

24 de maio de 2022

CPI da Amazonas Energia terá relatório final entregue até 30 de maio

O presidente da CPI, Sinésio Campos, destacou o trabalho de fiscalização dos medidores de energia que localizou diversos equipamentos com defeito prejudicando os clientes.

24 de maio de 2022

‘A responsabilidade é sua’, diz líder de caminhoneiros a Bolsonaro em vídeo

Wallace Landim, o "Chorão", um dos principais líderes da greve de 2018, cobrou atitude de Bolsonaro: "chame a responsabilidade, porque senão esse país vai estar parado".

24 de maio de 2022

Wilson afirma que luta continua para reverter danos à Zona Franca de Manaus

Antes de ingressar com ações no STF contra decretos federais, Wilson reuniu com Bolsonaro, e o presidenteu não cumpriu a promessa de rever os danos à Zona Franca de Manaus.

24 de maio de 2022