fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

SSP-AM reforça suporte à operação Eleição 2021, em Coari

A eleição suplementar para a escolha do novo prefeito de Coari acontece neste domingo (5). A Lei Seca no município entrará em vigor a partir das 18h deste sábado.

4 de dezembro de 2021

Compartilhe

O reforço na segurança do município foi uma determinação do titular da SSP-AM, general Carlos Alberto Mansur (Foto: Tarcísio Heden/SSP-AM)

Na última sexta-feira (3), a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ativou, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), o Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC). O sistema vai dar suporte ao Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICC-L), montado no campus da Universidade Federal do Amazonas, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), com o objetivo de reforçar a segurança durante a eleição suplementar, que ocorre no município neste domingo (5).

O reforço na segurança do município foi uma determinação do titular da SSP-AM, general Carlos Alberto Mansur. De acordo com o secretário, mais de 400 agentes da segurança pública estão concentrados no município para manter a ordem durante o pleito.

“O objetivo é justamente a manutenção da ordem, para que não aconteça nenhuma ocorrência ligada à parte eleitoral. A missão da equipe de Coari é acompanhar a votação in loco”, explicou.

Todo o processo eleitoral em Coari será acompanhado, presencialmente, a partir das 7h, do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC-AM), em Manaus.

Alinhamento 

Na terça-feira (30/11), em Coari, o general Mansur participou de uma reunião na sede do Cartório Eleitoral da 8ª Zona, com a juíza do pleito, Mônica Cristina Raposo da Câmara Chaves do Carmo, e a juíza da propaganda eleitoral, Juline Rossendy Rosa Neres.

O Ministério Público do Amazonas também participou da reunião, com o objetivo de proporcionar maior tranquilidade na eleição suplementar do município.

Foram definidas ações para as eleições como o policiamento ostensivo, ações de inteligência e fiscalização nos portos e aeroportos.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022

MPs e Defensorias recomendam passaporte vacinal ‘geral’ no AM

Para os MPs e Defensorias, não há justificativa na exceção para que os estabelecimentos em geral fiquem sem exigir a comprovação vacinal contra a Covid-19 dos clientes.

18 de janeiro de 2022

Livro sobre operação da Lava Jato em SC é incômodo para Dallagnol e Moro

Livro do jornalista Paulo Markun detalha operação da Lava Jato em SC apoiada por Dallagnol e que resultou no suicídio do reitor da UFSC sem que houvesse prova de crimes.

18 de janeiro de 2022