fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

Serafim não crê no avanço da Reforma Tributária em ano eleitoral

Para o parlamentar, que é economista e advogado, a reforma não traz benefícios reais pois prejudica municípios e estados com a perda da arrecadação.

10 de janeiro de 2022

Compartilhe

Para o presidente da CCJ, matéria deverá ser aprovada na volta dos trabalhos do Congresso, em 1º de fevereiro (Foto: Reprodução)

A reforma tributária, amplamente discutida pelos congressistas em 2021, não contempla os anseios e necessidades do país no âmbito econômico. Pelo menos é o que afirma o o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB).

Ao RealTime1, Serafim disse ainda não acreditar que a reforma tributária possa avançar em 2022.

”Não creio que, em ano eleitoral, avance qualquer projeto de reforma tributária. Portanto, prefiro aguardar. O ideal é que, qualquer que seja a reforma, seja feita no primeiro ano do mandato do próximo presidente”, disse o deputado.

Para o parlamentar, que é economista e advogado, a reforma não traz benefícios reais porque prejudica municípios e estados com a perda da arrecadação.

”Essa reforma tributária ao invés de resolver, ela cria uma grande confusão, um grande conflito. Ela é negativa porque mexe na atual divisão do arrecadado. Município e estados perdem, União ganha. Claro que prefeitos e governadores não vão concordar e em ano eleitoral deputados e senadores não querem guerra com eles [prefeitos e governadores]. A meu ver nada vai andar”, avalia Serafim.

Senadores estão otimistas

Uma reportagem do Portal Congresso em Foco mostrou o contrário do que pensa Serafim. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), vem apontando, neste período de recesso, que dará prioridade à reforma tributária, para que a sua aprovação fique como marca da sua gestão no comando do Senado. Pacheco é pré-candidato à Presidência da República pelo PSD.

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA) apresentou uma primeira versão do seu relatório em outubro do ano passado. O principal ponto da PEC 110 é a unificação de diversos atuais impostos no Imposto de Valor Agregado (IVA). O IVA seria dual: um para a União e outro para estados e municípios.

No caso da União, o IVA seria chamado de Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), e unificaria IPI, PIS e Cofins, com uma alíquota única de 12%, com exceção dos serviços financeiros, que teria tributação de 5,8%. O IVA para estados e municípios seria chamado de Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), e unificaria ICMS e ISS. Os estados e municípios deverão ter autonomia para fixar suas alíquotas.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que a matéria será a primeira a ser apreciada na CCJ assim que o Congresso voltar do recesso, a partir do dia 1º de fevereiro. Aprovada na comissão, a intenção de Alcolumbre é encaminhar ainda em fevereiro a PEC para o plenário, com pedido de urgência para a sua apreciação.

Texto: João Luiz Onety com informações do Portal do Congresso em Foco

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaro diz torcer para STF derrubar liminar que ampara ZFM

Presidente voltou a atribuir crise econômica no Brasil à manutenção dos incentivos para as empresas da Zona Franca de Manaus.

3 de julho de 2022

PT escolhe vereadora de Itacoatiara como suplente de Omar Aziz

Cheila Moreira é vice-presidente da Câmara Municipal de Itacoatiara e pessoa de confiança do deputado Sinésio Campos, presidente estadual do PT.

3 de julho de 2022

Reunião do PSol-AM acaba em briga e adia debate sobre disputa ao Governo

Partido reuniu filiados no último sábado no diretório regional, mas não conseguiu avançar na definição da disputa interna pela pré-candidatura ao Governo do AM.

3 de julho de 2022

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer

Eles também não podem fazer pronunciamento oficial em cadeia de rádio de televisão, salvo em casos de questões urgentes e relevantes autorizados pela Justiça Eleitoral.

3 de julho de 2022

PT divulga nome de pré-candidatos a deputado federal e estadual no AM

Além dos pré-candidatos para a Aleam e Câmara Federal, os petistas homologaram o nome de Cheila Moreira para suplência do senador Omar Aziz (PSD).

2 de julho de 2022

Com apoio de Omar e Sidney, Manacapuru ganha escola construída sobre as águas

A escola municipal e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 criança e jovens.

2 de julho de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Com futuro incerto na disputa pelo Governo, PSol reúne filiados

Quatro nomes disputam internamente a preferência dos filiados, mas nenhum tem força suficiente para ser anunciado na briga pelo Governo sem ter que passar pelas prévias.

2 de julho de 2022