fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Revés na justiça faz David Reis recuar e suspender licitação das pick ups

Suspensão do processo licitatório vem um dia após a Casa parlamentar sofrer um revés judicial, quando recebeu ordem de suspender o certame para a construção do prédio anexo.

18 de setembro de 2021

Compartilhe

David Reis teve o nome bastante repercutido de forma negativa nos últimos dias (Foto: Reprodução)

Ao que tudo indica, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), David Reis (Avante), parece ter sentido a pressão popular depois da repercussão negativa gerada ao tornar público o aviso de licitação cujo objetivo era alugar 41 pick ups que serviriam aos vereadores. No final do dia de ontem (18), após ser bem categórico ao defender tal locação, a CMM divulgou o aviso de suspensão em seu Diário Oficial.

No aviso de suspensão, a CMM informa que há uma “necessidade de adequação no Termo de Referência e no Edital” do certame.

Veja o aviso de suspensão:

A suspensão do processo licitatório vem um dia após a Casa parlamentar sofrer um revés judicial. Ontem, a Justiça ordenou que também fosse suspenso o certame para a construção do prédio anexo da CMM, orçado inicialmente num valor de cerca de R$ 32 milhões. Dos 41 vereadores, apenas os vereadores Rodrigo Guedes (PSC), Amon Mandel (sem partido) e Capitão Carpê (Republicanos) posicionaram-se contra a construção do ‘puxadinho’.

Na última semana, o ‘homem do prefeito’ na CMM viu seu nome ser repercutido negativamente na mídia e nas redes sociais, o que levou a vereadores, antes omissos diante das decisões de David Reis, se colocarem contra a decisão do presidente da Casa. Raiff Matos (DC) e William Alemão (Cidadania), por exemplo, usaram as redes sociais para divulgarem nota recusando o veículo.

Até setembro, David Reis vem numa escalada de gastos e dispensas de licitação. O montante já chega ao valor de R$ 4,2 milhões, tanto que o Comitê Amazonas de Combate à Corrupção entrou com uma representação contra o vereador, após indícios de superfaturamento nestes contratos e gastos exorbitantes.

Da Redação

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021