fbpx

terça, 30 de novembro de 2021

Contratos sem licitação de David Reis na CMM já somam R$ 4,2 milhões

Comitê Amazonas de Combate à Corrupção entrou com uma representação contra o vereador, após indícios de superfaturamento em contratos e gastos exorbitantes.

1 de setembro de 2021

Compartilhe

Vereador David Reis foi denunciado pelo Comitê Amazonas de Combate à Corrupção (Foto: Robervaldo Rocha/CMM)

Somente este ano, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), David Reis (Avante) chegou à soma de, pelo menos, R$ 4.243.280,00 em contratos sem licitação. O maior valor contratado foi com telefonia fixa e móvel, pacote de comunicação de dados e redes em geral ao custo de R$ 2 milhões.

Outro valor elevado, R$ 943.280,00, foi com contrato de serviços de manutenção e software na rede de informática da Casa, pago à empresa Ikhon Gestão e Conhecimento em Tecnologia Ltda. A empresa foi escolhida para atender o programa “Câmara Digital” que é uma plataforma de armazenamento de dados e documentos, que só é usada por servidores designados.

Para a área de segurança, foram contratados R$ 500 mil para segurança privada e mais R$ 800 mil para contratar agentes de portaria.

Gastos não identificados

No Demonstrativo de Despesas da Câmara de junho, também aparecem R$ 3.661.781,29 em gastos com “Outras Despesas Correntes”, sem identificar exatamente com o que foi gasto. Mas não para por aí, a Câmara também movimentou R$ 3.439.593,60 identificados como “Aplicações Diretas”.

Somando somente os gastos com obras e manutenções (R$ 350.393,63); instalações (R$ 350.393,63); reformas e melhorias (R$ 350.393,63); manutenção e conservação de equipamentos de TIC (R$ 51.250,00); limpeza, conservação e dedetização em geral (R$ 75.378,91); manutenção, conservação, instalação e desinstalação de máquinas, equipamentos de escritório (R$ 76.940,64) e locação de mão-de-obra R$ 361.519,58, o valor milionário chega a R$ 1.265.876,39.

Os outros gastos estão disponíveis no demonstrativo de despesas da Câmara Municipal de Manaus; confira.

Mais contratos

O gasto mais recente foi com a empresa Ikhon – Gestão, Conhecimento e Tecnologia Ltda, em que a Casa Legislativa bancou R$ 943.280,00. A empresa foi contratada sem licitação para realizar serviços de sustentação, suporte e manutenção do sistema Câmara Digital (Próton). A dispensa foi publicada no Diário Oficial da CMM no dia 3 de agosto.

Outro serviço prestado sem licitação foi assinado por Reis em maio e teve o montante de R$ 552,1 mil para a empresa Sioux Serviço de Segurança Privada, contratada para prestação de serviços de vigilância e segurança armada para a Casa Legislativa. Na época, causou espanto e foi noticiada nos veículos de imprensa. A CMM alegou que os agentes que faziam a segurança do prédio estão idosos e não podem mais desempenhar o serviço.

De grão em grão

Mas nem sempre os contratos têm valores volumosos. David Reis também contratou uma empresa para a prestação de serviço, “visando a disponibilidade da ferramenta de Banco de Dados de pesquisa de preços via web em atendimento às necessidades da CMM”, conforme descrito no DOM, no valor de R$ 9.875,00.

O objetivo era dar celeridade na elaboração de Editais, Projetos Básicos e Termos de Referência da Casa. A empresa contratada foi a NP Tecnologia e Gestão de Dados Ltda.

Açúcar e café ‘salgados’

Uma suspeita de superfaturamento surgiu com a divulgação da compra de café e açúcar no valor de R$ 83,4 mil “para atender as necessidades da Câmara Municipal de Manaus” por um período de 12 meses. Chama a atenção tanto a quantidade: 4.200 quilos de açúcar, quanto o preço: dividido pelo valor total do produto, que foi de R$ 24,5 mil, cada quilo de açúcar foi comprado por R$ 5,83.

Pesquisado o valor do produto nos supermercados locais, o açúcar pode ser encontrado com o preço de R$ 2,75. Significa que a CMM pagou R$ 3,08 a mais por cada quilo de açúcar.

Já o café que os vereadores e funcionários degustarão custou R$ 7,75 a cada 250 gramas. Ao todo, foram comprados 7.600 pacotes de café, o que somado resultou no gasto de R$ 58,9 mil. A compra é oriunda do Processo Administrativo 2021.10000.10718.0.000870.

Contrato para telefonia

Em outra dispensa de licitação, a CMM gastou R$ 15,9 mil prestação de serviço de operação, manutenção preventiva e corretiva do sistema de telefonia em todas as dependências do Poder Legislativo por um período apenas de dois meses. A dispensa foi divulgada no DOM no dia 23 de fevereiro e teve como empresa contratada a M. de Oliveira Alves EIRELI.

Comitê anticorrupção denuncia David Reis

O presidente Da CMM, vereador David Reis foi denunciado pelo Comitê Amazonas de Combate à Corrupção, que entrou com uma representação no Ministério Público no dia 2 de agosto contra o vereador David Reis, após ter conhecimento de indícios de superfaturamento na compra de café e açúcar para serem consumidos na CMM.

Agora, o Comitê aguarda uma posição do MP se acata a denúncia ou arquiva, segundo o cientista político Carlos Santiago.

“O Comitê vai recorrer de qualquer despacho, mas espera acima de tudo que o MP tenha agilidade nesse tipo de denúncia porque há outras denúncias também envolvendo a presidência da Câmara Municipal com milhões de reais que é preciso fazer uma investigação ampla, transparente, e se forem, de fato, encontradas irregularidades”, disse Santiago.

Santiago, que também é membro do Comitê, disse que, se os indícios forem constatados, o MP deve promover ações necessárias no âmbito da Justiça. “Ninguém que cometa ilegalidades pode ficar impune, é o que diz o ordenamento público brasileiro, é o que diz a Constituição brasileira”, afirmou.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

David pede, Bolsonaro dá: Manaus vai receber R$ 1,2 bilhão do Governo Federal

Prefeito de Manaus, David Almeida falou com o RealTime1 ao sair do encontro com o presidente no qual apresentou uma lista de projetos prioritários para a cidade.

29 de novembro de 2021

Sindicalistas dizem que Alckmin fez acenos a uma chapa com Lula

O ex-governador de São Paulo elogiou o ex-presidente Lula pela capacidade de articulação e defendeu uma união para sair da crise.

29 de novembro de 2021

De saída do PL, Marcelo fala em ‘situação insustentável’ com Bolsonaro na sigla

Amanhã (30), acontece a filiação do presidente no partido em que está Marcelo Ramos. A expectativa é de que, neste dia, o parlamentar entregue sua carta de desfiliação.

29 de novembro de 2021

Governador condiciona realização do Carnaval 2022 à situação da Covid

Wilson Lima afirmou que está discutindo a realização de grandes eventos com aglomerações, como o Carnaval, com os órgãos de saúde observando o cenário da pandemia.

29 de novembro de 2021

Vereadores aprovam criação do Dia do Obreiro da Igreja Universal

A proposta de lei aprovada é de autoria do vereador Márcio Tavares, que é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus. Comemoração será no primeiro domingo de julho.

29 de novembro de 2021

Wilson Lima garante que vai buscar solução para atividade garimpeira

Governador disse que está tentando viabilizar uma alternativa para legalização dessa atividade que poderia garantir benefícios diretos para o estado através de impostos.

29 de novembro de 2021

Câmara de Manaus discute possibilidade de cancelar festa de Réveillon

O surgimento da variante Ômicron preocupou os vereadores que começaram a debater os riscos da realização do Réveillon na Ponta Negra, além do Carnaval no ano que vem.

29 de novembro de 2021

Garimpeiros recebem ajuda para voltar às cidades de Borba e Manicoré

Segundo a Prefeitura de Autazes, cerca de 70 pessoas - que ficaram isoladas no município após destruição das balsas - recebem ajuda material e para o retorno ao lar.

29 de novembro de 2021