fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Reajuste salarial a servidores públicos está suspenso até janeiro de 2023

A proibição é por conta do período eleitoral. A vedação dura até a posse dos eleitos, que ocorre no dia 1º de janeiro de 2023. Lei federal proibiu reajuste até este ano.

5 de abril de 2022

Compartilhe

Em ano de eleição, a Justiça Eleitoral coloca em prática as vedações eleitorais para evitar que o uso da máquina pública durante o período eleitoral influencie a votação (Foto: Divulgação)

A partir desta terça-feira (4), o Governo do Estado fica proibido de conceder reajuste salarial para servidores públicos que ultrapasse a recomposição da perda inflacionária. A restrição segue até a data de posse dos eleitos em 2022, que será em janeiro de 2023.

Na semana passada, uma das principais datas do calendário eleitoral de 2022, que é a janela partidária, terminou na sexta-feira (1º).

Desde o início do ano de 2022, o governador Wilson Lima (UB) concedeu reajustes salariais para cinco segmentos do funcionalismo público estadual.

Entre eles estão funcionários da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria de Estado de Educação (Sedcuc), Secretaria de Saúde (SES-AM) e aqueles da área da Segurança Pública.

Por força de lei federal, Prefeituras e Governos estaduais foram vetados de dar reajustes salariais até 31 de dezembro de 2021.

Em ano de eleição, a Justiça Eleitoral coloca em prática as vedações eleitorais para evitar que o uso da máquina pública durante o período eleitoral influencie a votação. Além de proibir concessão da revisão salarial, a Justiça também veta eventos para inauguração de obras públicas.

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022

Péricles minimiza destituição de cargo de Marcelo: ‘problema do Congresso’

O deputado Delegado Péricles, que agora integra o partido de Jair Bolsonaro, o PL, minimizou os efeitos da destituição de Marcelo Ramos (PSD) da vice-liderança da Câmara.

27 de maio de 2022

Pré-candidato do PL reconhece ‘deslizes’ do Governo Bolsonaro

O Delegado Costa e Silva, pré-candidato a deputado federal pelo PL, mesmo partido de Bolsonaro, falou ao RealTime1 sobre os planos para chegar à Câmara dos Deputados.

27 de maio de 2022

Omar diz que Amazonas precisa voltar a investir em programas sociais

A declaração do senador - que concorre à reeleição - aconteceu durante a prestação de contas que ele fez na noite desta quinta-feira (26), nas zonas Leste e Sul de Manaus.

27 de maio de 2022

Eleição Geral testará lei que combate violência política contra a mulher

Para acompanhar emprego da lei no pleito de outubro, o Comitê de Combate a Corrupção e Caixa 2 Eleitoral criou o grupo de mulheres de combate à violência política de gênero.

27 de maio de 2022

Bolsonaro adia live em dia de derrota nas pesquisas para Lula nos dois turnos

Bolsonaro estabiliza e Lula cresce em nova pesquisa Datafolha divulgada no dia que o presidente adia tradicional live de quinta-feira para falar com apoiadores .

26 de maio de 2022

Datafolha: cresce diferença entre Lula e Bolsonaro para o segundo turno

Pesquisa do Datafolha divulgado nesta quinta-feira aponta que Lula tem 58% das intenções de voto no segundo turno, enquanto Bolsonaro chega a 33%

26 de maio de 2022