fbpx

quarta, 10 de agosto de 2022

Fundeb, auxílios e reajuste salarial devem segurar empregos temporários

A previsão é que a injeção de recursos de benefícios, abonos e reajustes salariais anunciados em 2021 impulsione o comércio e mantenha os empregos temporários

3 de janeiro de 2022

Compartilhe

Abonos e reajustes salariais devem segurar empregos temporários. (Foto: Reprodução)

Empresários estão otimistas quanto ao resultado do comércio para os primeiros meses de 2022. A previsão é que a injeção de recursos de benefícios, abonos e reajustes salariais anunciados no final de 2021 impulsione o segmento e consequentemente, mantenha os empregos, contratados inicialmente como temporários.

O pacote de recursos que começou a circular no mercado em dezembro e deverá se estender ao longo de 2022 é proveniente do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), dos auxílios permanentes de programas de renda federal e estadual, além de reajuste salarial dos servidores estaduais.

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas (Fecomércio-AM), Aderson Frota, relata que o repasse dos valores foi sentido no mês de dezembro, período de alta nas vendas. A expectativa, segundo ele, é que o primeiro bimestre de 2022 seja diferente dos anteriores e feche com saldo positivo e manutenção de empregos.

“Já estamos sentindo melhorias nas vendas. Quando a economia funciona a renda circula, gerando mais emprego, arrecadação ao estado, ampliando o mercado com novas perspectivas. Os empregos temporários têm possibilidades de serem mantidos”, disse o empresário.

De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), Ralph Assayag, o resultado dos repasse dos recursos à população deverá refletir no balanço do comércio de janeiro e fevereiro. O empresário também considera a possibilidade de manter os trabalhadores temporários em seus postos.

“A injeção dos recursos vai colaborar para que os valores circulem no mercado e os meses de janeiro e fevereiro voltem a ter bons resultados. Se isso acontecer empregos que seriam encerrados tendem a permanecer. É isso que esperamos”.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Suframa apresenta serviços automatizados para acompanhamento de projetos

Novos serviços automatizados fazem parte do planejamento da Autarquia que visa desburocratizar, agilizar e modernizar os procedimentos junto ao setor produtivo.

9 de agosto de 2022

Nova função no WhatsApp: veja como esconder que está online

Ao longo deste mês serão liberadas as funções de esconder o status online, sair silenciosamente de grupos e bloquear capturas de tela em mensagens de visualização única.

9 de agosto de 2022

Manaus é a única capital pesquisada a ter redução no valor da cesta básica

Das oito capitais pesquisadas, apenas Manaus registrou redução de 0,7% no valor da cesta de itens básicos de alimentação, segundo pesquisa Horus & Ibre FGV.

9 de agosto de 2022

Ação da Serasa oferece negociação de dívidas com parcelamento sem juros

Em parceria com 45 empresas, a ação Serasa Limpa Nome oferece condições de parcelamento inéditas durante todo o mês de agosto para mais de 80 milhões de dívidas.

9 de agosto de 2022

Produção industrial do Amazonas cai 1,6% em junho, aponta IBGE

Queda ocorre depois de um bom resultado observado em maio. Entre as 10 atividades industriais pesquisadas, apenas três tiveram aumento de produção, segundo números do IBGE.

9 de agosto de 2022

Vendas de imóveis somam quase R$ 700 mi entre janeiro e junho

No primeiro semestre desta ano, vendas de imóveis tiveram um aumento de 48% na comparação com o mesmo período de 2021, e somaram o montande de R$ R$ 689 milhões.

9 de agosto de 2022

Clientes já podem avaliar quais são os melhores bares e restaurantes do AM

Idealizado pela Abrasel-AM, ranking vai listar os melhores estabelecimentos do setor de alimentação fora do lar do estado, por meio da avaliação dos próprios consumidores.

9 de agosto de 2022

Moraes defere liminar da bancada do Amazonas em favor da ZFM

Com liminar do ministro do STF, Alexandre de Moraes, a Zona Franca de Manaus fica resguardada do novo decreto do Governo Bolsonaro que reduziu o IPI.

8 de agosto de 2022