fbpx

sexta, 25 de junho de 2021

Pornografia: sexóloga diz que PL de Raiff deve ser tratado com isenção

A profissional, que também é psicóloga, vê pontos positivos no PL do vereador, mas destaca que a implantação requer isenção na operacionalização.

12 de maio de 2021

Compartilhe

A sensibilização precisa ocorrer de forma responsável e isento de crenças religiosas (Foto: Reprodução)

O vereador Raiff Matos (DC) apresentou na Câmara Municipal de Manaus (CMM) um Projeto de Lei que institui a “Semana de Conscientização contra os Malefícios da Pornografia”. A proposta, nas palavras dele, tem o objetivo “de alertar contra um problema aparentemente silencioso, mas que vem gerando transtornos físicos e mentais que afetam as famílias”.

O parlamentar que levanta na Casa a bandeira cristã e a “família tradicional”, já defendeu a implantação desse projeto em pronunciamentos na Casa Legislativa e de outros que seguem a mesma tendência, como o que proíbe o ensino de diversidade sexual, gênero, étnico-racial e de religião nas escolas municipais. Além de vir tentando implantar a educação domiciliar na capital.

Questionado sobre dados utilizados baseados em Manaus para propor o projeto sobre combate a pornografia, o vereador defende que “apesar da ausência de levantamentos regionais sobre o problema, a ciência tem avançado na descoberta de sérias implicações em decorrência do uso da pornografia”.

“A pornografia gera um vício semelhante ao uso de drogas e já pode ser considerado um problema de saúde pública”, frisou Raiff.

A ideia, segundo ele, é que a Semana de Conscientização estimule debates, palestras e outras iniciativas que coloquem o tema em pauta. Sua aplicação vai ocorrer através da mobilização digital, audiências públicas na CMM, indicações antecipadas às secretarias municipais para aproveitar a data da Semana para a realização de eventos, etc.

Implantação com responsabilidade

A psicóloga e sexóloga Neyla Siqueira explicou que a proposta do vereador é válida, pois o consumo de pornografia desenfreada, sem a leitura crítica do conteúdo, tem consequências. Mas, ela pondera sobre a forma que a propositura será implantada, já que é necessário que profissionais tenham uma formação para levar informações nas escolas.

Além disso, Neyla afirma que, com com o advento da internet, o acesso a esses conteúdos se tornou “comum”.

“É interessante que se faça uma semana, não de conscientização, porque ninguém conscientiza ninguém, mas de sensibilização desses impactos […]. O consumo [excessivo] de pornografia, colocado no projeto de forma irresponsável, associando a doenças mentais, na verdade é a compulsão pela pornografia. Porque é algo que dá prazer e ativa o sistema de recompensa cerebral, mas é muito mais profundo do que foi colocado no projeto”, afirmou.

Ela atentou ainda que, quando se fala em saúde mental, existe sim a questão de compulsão sexual por pornografia, o tal consumo exagerado, que pode aumentar ainda mais essa compulsão. Neyla diz que as pessoas compulsivas devem ser tratadas por terapeutas sexuais.

Projeto precisa ser tratado de forma ‘religiosamente isenta

A sexóloga explica, ainda, que se preocupa quanto à forma que o texto do projeto justifica a proposta da semana e que a sensibilização precisa ocorrer de forma responsável e isento de crenças religiosas.

“Me preocupa no texto a parte em que o vereador diz ‘as nossas crianças e os nossos jovens’. As crianças não são nossas, elas têm uma família que é responsável por cada uma delas. Então, penso que a educação sexual, a sensibilização quanto ao consumo de pornografia tem que acontecer não só falando ao público-alvo, mas aos pais irresponsáveis, porque não adianta falar de qualquer forma com filhos. Além de falar de uma forma religiosamente isenta, respeitando sempre a laicidade do estado e que o consumo de pornografia não necessariamente está atrelado à religião, mas uma questão de saúde”, afirmou.

Ela finalizou reafirmando que existem movimentos crescentes de sensibilização sobre o tema, mas que não é interessante “demonizar a pornografia”.

“Por exemplo, dentro do site terapêutico, nós utilizamos a pornografia como forma de aumento do repertório sexual. [Então] penso que a sensibilização para o consumo crítico e consciente é a melhor alternativa. […] Tem muitos lados ruins sim, porém nunca vamos dizer que ela nunca vai existir, porque existe um mercado que a consome”, finalizou.

Texto: Milena Soares

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Especialistas em Saúde são contrários, mas Alemão quer comércio 100% aberto

Empresário e parlamentar, William Alemão afirma que maioria das pessoas dos grupos de risco para a Covid-19 está imunizada e que cenário é ideal para flexibilizar medidas.

25 de junho de 2021

Agenda antiambiental de Bolsonaro pode prejudicar Zona Franca de Manaus

A transgressão de compromissos internacionais para a preservação da floresta amazônica pode acarretar boicotes a produtos brasileiros em outros países.

25 de junho de 2021

Maioria do STF impede convocação de governadores pela CPI da Covid

Os ministros seguem decisão individual da ministra Rosa Weber, que suspendeu as convocações de governadores determinadas pela CPI da Pandemia.

24 de junho de 2021

Por ordem de Alexandre de Moraes, Daniel Silveira é preso novamente

O ministro do STF alega em sua decisão que Daniel Silveira violou mais de 30 vezes as regras da prisão domiciliar que o deputado está cumprindo desde o início do ano.

24 de junho de 2021

Câmara autoriza candidatura de gestor multado por conta irregular

A lei aprovada por 345 favoráveis, 98 contrários e quatro abstenções, libera para concorrer os gestores que foram punidos apenas com multa. A matéria segue para o Senado.

24 de junho de 2021

Irmãos bolsonaristas prometem ‘bomba’ na CPI para derrubar República

Além de revelar que possuem informações quentes do Governo Federal, os irmãos Miranda pediram segurança à CPI após intimidação de Onix Lorenzoni.

24 de junho de 2021

Filipe Martins ganha liminar para ficar calado em depoimento na CPI

Assessor Internacional da Presidência da República será ouvido para esclarecer a presença dele na reunião com representantes da Pfizer, em novembro, para a compra de vacinas.

24 de junho de 2021

Luis Miranda pede prisão de Onyx Lorenzoni e Elcio Franco à CPI

O deputado federal encaminhou um ofício ao presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, no qual afirma que Onyx e Élcio estariam buscando coagi-lo antes do seu depoimento.

24 de junho de 2021