fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Plínio Valério cobra hoje instalação da CPI das ONGs na Amazônia

Senador amazonense quer instalação de uma segunda comissão parlamentar de inquérito no momento em que senado é pressionado pela decisão de Luis Roberto Barroso.

13 de abril de 2021

Compartilhe

Atuação das ONGs em áreas como saúde indígena e, principalmente, desmatamento da floresta serão alvo da CPI pedida pelo senador amazonense (Foto: Reprodução)

O senador amazonense Plínio Valério (PSDB) vai colocar, na sessão desta tarde do Senado (13), mais uma peça no xadrez da briga para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, cuja abertura foi determinada por decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso. Plínio prometeu cobrar a instalação da CPI das ONGS antes, pois ela é anterior e tem todos os requisitos elencados pelo ministro na liminar concedida na última sexta-feira.

De acordo com o senador, o pedido dele tem fato determinado, assinaturas suficientes dos colegas senadores e prazo de investigação. Aproveitando a decisão de Barroso, Plínio já na sexta-feira pediu a instalação da CPI das ONGS e fará hoje um pronunciamento no Senado pedindo o mesmo. “Até porque no Senado não há limite para funcionamento de CPIs. Pode ter a CPI da Covid e a CPI das ONGs sem problema algum”, afirma.

No pedido apresentado ao senado e que contou com a assinatura de 37 senadores, são apontados como fatos a serem investigados um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) mostrando que 80% do que recebem de recursos públicos é aplicado entre as próprias ongs, como pagamento de salários de colaboradores e de consultorias. Outro fato listado é a revelação feita pelo ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta de que pagou mais de R$ 400 milhões a ongs ligadas a saúde indígena, mas que o dinheiro era mal aplicado.

Na justificativa Plínio argumenta que a mesma urgência alegada para a instalação da CPI da Covid existe também em relação à preocupação com o agravamento do desmatamento na Amazônia, o que tem causado comoção em todo o mundo.

“Com efeito, causaram comoção mundial os indicadores que apontam aumento no desmatamento da Amazônia, assim como o surto de queimadas que assolaram e assolam a região, com graves efeitos tanto para a preservação do meio ambiente quanto para a imagem do Brasil no plano internacional. As reais dimensões desses graves fatos, assim como a responsabilidade por eles, precisam ser investigadas de forma independente”, diz a justificativa do requerimento.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021