fbpx

quinta, 30 de junho de 2022

PL descarta Alberto Neto e escolhe evangélico para lugar de Marcelo Ramos

A eleição para três cargos da Mesa Diretora, está marcada para hoje (25) com votação exclusivamente presencial no plenário Ulysses Guimarães.

25 de maio de 2022

Compartilhe

Alberto Neto chegou a pedir votos dos colegas da Casa (Foto: Agência Câmara)

O deputado federal Capitão Alberto Neto (PL) viu o sonho de compor a vice-presdidência da Mesa Diretora da Câmara ir por água abaixo quanto foi preterido pelo partido para o cargo que, antes, era ocupado por Marcelo Ramos (PSD), seu colega de bancada.

Nos bastidores do Congresso, Alberto Neto teria anunciado ‘de Norte a Sul’ que poderia ser o escolhido para o cargo. Ele, inclusive, teria chegado a pedir votos de alguns parlamentares a fim de ficar com a vaga e dizia ter “as bênçãos de [Jair] Bolsonaro”.

No entanto o candidato oficial do partido indicado para a vice-presidência da Câmara é Lincoln Portela, do PL de Minas Gerais. Lincoln é pastor e preside a Igreja Batista Solidária em seu Estado.

Candidaturas avulsas do PL podem ser inseridas no pleito.

Eleição é hoje

A eleição para três cargos da Mesa Diretora, está marcada para hoje (25) com votação exclusivamente presencial. A sessão está marcada para as 13h55.

O ato é decorrente da decisão que tornou vagos os cargos de 1º vice-presidente, 2º secretário e 3º secretário, após a mudança de partido dos então titulares: Marcelo Ramos (PSD-AM), Marília Arraes (Solidariedade-PE) e Rose Modesto (União-MS), respectivamente.

As cabines para as votações já foram montadas no Plenário Ullysses Guimarães.

Regras

O prazo para registro de candidaturas terminou ontem. Nos termos do acordo feito para a eleição da Mesa no biênio de fevereiro de 2021 a fevereiro de 2023, a vaga para a 1ª vice-presidência cabe ao PL, e o candidato oficial do partido ao cargo é o deputado Lincoln Portela (PL-MG). Outros deputados do PL vão concorrer de forma avulsa. São eles: Capitão Augusto (PL-SP), Fernando Rodolfo (PL-PE), Bosco Costa (PL-SE) e Flávia Arruda (PL-DF).

Já o 2ºsecretário será escolhido entre integrantes do PT. O partido indicou o deputado Odair Cunha (PT-MG) para o cargo. Não houve candidaturas avulsas para esse lugar na Mesa.

Por fim, a vaga de 3º secretário cabe ao PSDB, que indicou oficialmente a deputada Geovania de Sá (PSDB-SC). Também será a candidata única do partido ao cargo.

Jurisprudência

A decisão de Lira reverte decisão tomada em 2016 pelo então presidente Eduardo Cunha (Questão de Ordem 168/16) que permitiu a manutenção do cargo na Mesa Diretora caso o titular mude para um partido do mesmo bloco. A decisão de Cunha permitiu que o então deputado Felipe Bornier mantivesse o cargo de 2º secretário mesmo após trocar o PSD pelo Pros.

Arthur Lira decidiu que a vaga na Mesa Diretora pertence ao partido ao qual coube o cargo em questão, nos termos do acordo para eleição da Mesa no biênio 2021 a 2023. O Regimento Interno da Câmara estabelece que, se houver mudança de partido, o membro da Mesa perderá automaticamente o cargo que ocupa.

A questão foi objeto de ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O ministro Alexandre de Moraes chegou a emitir decisão em favor da manutenção do deputado Marcelo Ramos no cargo de 1º vice-presidente, mesmo com a saída dele do PL, mas a decisão foi revogada na segunda-feira (23).

Fonte: Agência Câmara

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão realiza oitivas sobre falta de segurança em terra indígena

Comissão vai pedir providências sobre os assassinatos de Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, além de apurar a omissão do poder público na segurança dos indígenas.

30 de junho de 2022

Wilson entrega mais de R$ 10 milhões em materiais para Operação Enchente 2022

A entrega de 19 lanchas rápidas e 300 purificadores, que juntos somam o investimento de R$ 10,8 milhões dão continuidade nas ações de enfrentamento da enchente 2022.

30 de junho de 2022

‘Wilson Lima tem habilidade e é um dos favoritos da eleição’ , diz Hissa

Pré-candidato pelo Avante, Hissa Abraão afirmar que vai lutar pela Reforma Tributária e pela revisão dos impostos para que a classe média pague menos que os mais ricos.

30 de junho de 2022

‘Mesmo sob ditadura camuflada, golpe não virá’, avalia um dos criadores do PT

Foragido político por 15 anos, Carlos Augusto, para muitos Raimundo Cardoso viveu escondido em Manaus; integrou o PCdoB na década de 70 e está no PT há 43 anos.

30 de junho de 2022

Governo suspende publicações em redes sociais até o fim da eleição

Medida atende vedação prevista na legislação eleitoral que visa dar igualdade de disputa na corrida eleitoral minimizando o peso da máquina pública na eleição.

30 de junho de 2022

Federação PT, PV e PCdoB confirma pré-candidatos em 1º de agosto

O presidente estadual do PCdoB no Amazonas já definiu os nomes que vão ocupar as oito vagas da sigla na federação, sendo seis para Aleam e dois para a Câmara Federal.

30 de junho de 2022

Valdemir Santana ‘sonha’ com Lula no palanque de Ricardo Nicolau

Como motivos, o presidente municipal do PT destacou o apoio do Solidariedade, de Nicolau, em defesa da ZFM e a atuação da família do deputado no combate à Covid-19.

30 de junho de 2022

Maioria dos pré-candidatos ignora Dia do Orgulho LGBTQIA+ na Internet

Quase todos são pré-candidatos de partidos da esquerda, que devem disputar as eleições deste ano no Amazonas, lembraram da data e fizeram menções nas redes sociais.

30 de junho de 2022