fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Pesquisa com eleitores da capital e interior mostram realidade diferente

Resultados da pesquisa da Perspectiva, que ouviu 3.660 eleitores: 1.990 na capital e outros 1.610 no interior, difere de outras que desconsideraram o eleitorado do interior.

27 de dezembro de 2021

Compartilhe

Pesquisas que só consideram o eleitorado da capital acabam gerando

A pesquisa realizada pela Perspectiva Mercado e Opinião no período de 14 a 22 de dezembro difere de pesquisas realizadas em Manaus nos últimos 45 dias.

O motivo está no fato de nenhuma delas ter entrevistado eleitores do interior  do Estado, que representa ao menos 40% dos votos válidos.

Essas amostragens, sem levar em conta o universo estadual,  segundo o pesquisador, “possuem o péssimo defeito de  desorientar e falsear a verdade do pensamento do eleitorado amazonense”. 

Segundo ele, “nenhuma pesquisa em que a amostra se realize apenas em Manaus irá representar a verdade. Servem apenas como balcão de ensaio e manipulações”.

A pesquisa realizada pela Perspectiva entrevistou 3.600 eleitores, sendo 1.990 na capital e outros 1.610 no interior, tem grau de confiabilidade de 95% e margem de erro máxima de 2% para mais ou para menos.

Pesquisa estadual x nacional

A pesquisa da Perspectiva também difere dos resultados das pesquisas realizadas por institutos nacionais nas últimas semanas, onde todos apontaram Lula na frente das intenções de votos.

O Ipec (ex Ibope), apresentou Lula em primeiro lugar com 48% dos votos contra 21% de Bolsonaro. O Ipespe, instituto de pesquisa de Pernambuco, apontou Lula com 44% e Bolsonaro com 24%.

O DataFolha, do grupo Folha de S. Paulo mostrou Lula com 48 pontos percentuais contra 22% de Bolsonaro e o PoderData, que acumula experiência no uso da metodologia de captação de dados por telefone, apontou Lula com 40% e Bolsonaro dom 30%.

Segundo o pesquisador Durango Duarte, da Perspectiva, os resultados diferem do padrão médio nacional porque as pesquisas estaduais tendem, naturalmente, a serem diferentes das sondagens nacional, apontando diferenças que podem superar os 20 pontos da média nacional.

Leia Mais:


Leia mais sobre Política

Prefeito de Manaus, David Almeida, testa positivo para Covid-19

Esta é a segunda vez que David Almeida (Avante) foi diagnosticado com Covid-19. A primeira foi em setembro de 2020, durante a pré-campanha para prefeito de Manaus.

22 de janeiro de 2022

Governo vai enviar doses pediátricas para estados com baixos estoques

Remessa emergencial de vacinas para crianças será enviada a estados com estoques abaixo das 40 mil doses. Segundo o Ministério da Saúde, doze estados estão nessa situação.

22 de janeiro de 2022

‘De novo’: Bolsonaro minimiza números de mortes de crianças por Covid

Bolsonaro voltou a citar remédios sem eficácia comprovada contra o coronavírus e disse que o número de mortes de crianças pela doença foram insignificantes.

22 de janeiro de 2022

Ministério da Saúde prorroga contrato do Programa Mais Médicos em Manaus

O contrato seria encerrado no final deste mês, mas foi prorrogado a pedido da Prefeitura por conta do aumento dos atendimentos por Covid-19 e outras síndromes respiratórias.

22 de janeiro de 2022

Em Manaus, Queiroga defende vacinação mas critica passaporte vacinal

Marcelo Queiroga pediu esforço dos estados para aumentar os níveis de vacinação, mas criticou a adoção do passaporte vacinal ao dizer que o documento não ampliaria os números

22 de janeiro de 2022

Ciro diz que falhas do PT são responsáveis pela vitória de Bolsonaro

Na sua avaliação, os presidentes do PT não diferem de Bolsonaro em suas agendas econômicas, criticadas por não estabelecer políticas de tributação de grandes fortunas.

22 de janeiro de 2022

Enchente 2022: Governo do Estado institui Grupo de Ações Coordenadas

As 27 instituições integrantes do Grupo de Ações Coordenadas utilizarão seus recursos e infraestrutura já existentes para atuação integrada aos demais membros.

22 de janeiro de 2022

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias atacam publicamente os irmãos Weintraub

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias trocaram farpas nas redes sociais com os irmãos Weintraub, agora ex-aliados do presidente Jair Bolsonaro e que estão de volta ao País.

22 de janeiro de 2022