fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Pela segunda vez, vereadores tentam derrubar aumento de 83% do Cotão

Na última tentativa, a desembargadora Joana Meirelles negou pedido de liminar dos vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel para suspender a votação que aprovou o aumento.

27 de janeiro de 2022

Compartilhe

Os vereadores acusam a cúpula da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM) de manobrar o uso do regime de urgência para dificultar a discussão do aumento da Ceap (Foto: Divulgação)

Em mais uma tentativa para derrubar o aumento da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), os vereadores Rodrigo Guedes (PSC) e Amom Mandel (sem partido) deram entrada na Justiça do Amazonas em mais uma Ação Civil Pública para invalidar a votação que aprovou o aumento em 83% do Cotão. 

A ação com pedido de tutela de urgência pede, entre outras coisas, suspensão do Projeto de Lei e da Lei Ordinária que deu base legal para o aumento da Ceap e também solicita que o presidente da Câmara, vereador David Reis (Avante), explique a necessidade do aumento do benefício de R$ 18 mil para R$ 33 mil. 

Os vereadores pedem ainda que seja fixada uma multa diária de R$ 500 mil de descumprimento da decisão, caso a Justiça aceite os pedidos e os argumentos colhidos e apresentados pela equipe jurídica dos dois vereadores.  

Em quase trinta páginas, os advogados montam a linha de questionamento na suposta violação de preceitos constitucionais, do regimento interno da Câmara, de prerrogativas do cargo de vereador e do processo legislativo.

A peça argumenta que o conceito “interna corporis”, ou seja, a noção de que o Judiciário não pode intervir em assuntos internos do Legislativo não deve ser levado em conta quando “abusos de maioria parlamentar” violam direitos de minoria como é o caso. 

No último 13 de janeiro, a desembargadora Joana Meirelles do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) negou um mandado de segurança impetrado por Guedes e Amom alegando justamente “interna corporis”. A desembargadora ainda apontou que o dispositivo usado na ocasião não é o mais adequado para questionar a alegada inconstitucionalidade da Ceap.  

Os vereadores acusam a cúpula da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM) de manobrar o uso do regime de urgência para dificultar a discussão do aumento da Ceap. De acordo com a ação civil pública, as comissões responsáveis por emitir parecer para tramitação regular do projeto, “emitiram seus respectivos pareceres ao mesmo tempo”.

“O que chama atenção no presente caso, Excelência, é o fato da propositura não só ter tramitado de forma estranha, na medida em que sequer todos os membros tiveram a oportunidade de manifestação para a assinatura ou não-assinatura do projeto de Lei, mas também a sua inclusão em uma pauta Extraordinária, votada e aprovada, encaminhada às comissões competentes para manifestação, votada novamente, aprovada em discussão única e encaminhada para promulgação pelo Presidente da Câmara Municipal de Manaus, em apenas 120 (cento e vinte) minutos. Uma verdadeira tramitação relâmpago”, denuncia a peça. 

Em entrevista, David Reis disse que o aumento da Ceap foi um compromisso assumido com os vereadores. Ele afirmou que assumir presidência não é apenas bônus, mas também ônus.

Para ele, a votação teve trâmite legal e que a resposta foi dada pela Justiça, se referindo ao julgamento do mandado de segurança negado pela desembargadora Joana Meireles. 

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson destina mais de R$ 57 milhões para os municípios Caapiranga e Anamã

Os investimentos do Governo do Amazonas têm o objetivo de melhorar a infraestrutura, o escoamento da produção agrícola e a trafegabilidade nos dois municípios.

20 de maio de 2022

Moraes bloqueia bens de Daniel Silveira para garantir pagamento de multas

Medida do ministro Moraes visa garantir que Daniel Silveira pague as multas acumuladas em mais de R$ 600 mil pelo descumprimento do uso de tornozeleira eletrônica.

20 de maio de 2022

Wilson anuncia R$ 1,3 milhão para equipamentos no Hospital de Caapiranga

O hospital recebeu reforma geral, passando por ampliações e adaptações, sendo necessário para o completo atendimento aos usuários, e reforço na estrutura.

20 de maio de 2022

Aliados de Bolsonaro indicam nova visita do presidente ao AM no dia 28 de maio

O anúncio da vinda do presidente foi feito por seus aliados no Amazonas. No entanto, a agenda presidencial ainda não foi divulgada oficialmente pelo Planalto.

20 de maio de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Prefeitos do AM criam novo fórum e esvaziam Associação de Municípios

Desde a eleição de Jair Souto para o comando da AAM, os demais prefeitos reclamam da falta interlocução dele com o Governo do Estado para sanar demandas do interior.

20 de maio de 2022

Escolha de ouvidor-geral nas Defensorias deve ser em lista tríplice

Segundo relator Gilmar Mendes, as atribuições conferidas aos membros da Ouvidoria-Geral das Defensorias Públicas estão entre as previstas na Constituição Federal

20 de maio de 2022

‘Wilson levou asfalto onde jamais imaginavam’, diz pré-candidato do Republicanos

Pastor da Igreja Universal diz que não é bolsonarista e tem opinião própria sobre a corrida presidencial, mas se for eleito buscará parceria mesmo com Lula na presidência.

20 de maio de 2022