fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Omar Aziz diz que Bolsonaro faz ‘birra’ sobre veto a passaporte vacinal

Omar Aziz questionou também a efetividade da quarentena de cinco dias para viajantes não vacinados. "Não seria muito mais fácil exigir o passaporte da vacina?", indagou.

9 de dezembro de 2021

Compartilhe

O colegiado presidido pelo senador encerrou as atividades no final de outubro (Foto: Divulgação)

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid do Senado, senador Omar Aziz (PSD), criticou o veto do Governo Bolsonaro à exigência do passaporte vacinal de passageiros que visitam o Brasil.

Omar disse ainda que a decisão do presidente é um “birra”, visto que, durante toda a pandemia, Bolsonaro agiu para sabotar medidas de sanitárias de combate à covid-19.

O parlamentar falou em convocar o ministro da Saúde Marcelo Queiroga ao Senado para dar explicações sobre tal decisão.

Isto porque, o colegiado presidido pelo senador encerrou as atividades no final de outubro e um dos atos finais da comissão foi a criação de uma Frente Parlamentar de Combate à Covid para acompanhar os desdobramentos da CPI, o que lhes daria direito à convocação do ministro.

Segundo Omar, o país não ganha nada ao se insurgir contra o passaporte vacinal. Para ele, daqui para frente, a maioria dos países que os brasileiros querem visitar vão exigir o documento para comprovar a conclusão do ciclo vacinal. 

“Não seria muito mais fácil exigir o passaporte da vacina? Muito mais barato para quem vem para cá. Como que ele vai controlar tudo isso (Ministério da Saúde). Isso não tem como controlar. Agora o cara chega aqui infectado e vai fazer quarentena, exigir PCR. Isso é um custo maior para o Brasil do que a exigência do passaporte”, comentou o senador ao RealTime1.

Omar desaprovou a declaração de Marcelo Queiroga dita nesta terça-feira (7), quando o ministro afirmou que seria “melhor morrer do que perder a liberdade”, parafraseando Bolsonaro. De acordo com ele, o Congresso deveria considerar convocar o ministro.

“É um negócio que não cabe na cabeça de ninguém vindo de um cardiologista, de um cara que foi presidente da associação de cardiologia do Brasil e nem de um profissional da medicina”, criticou Omar. 

Entrada no Brasil

O Governo Federal anunciou na terça-feira que não adotará a exigência de um passaporte de vacinação da covid-19 para o turista que quiser entrar no Brasil.

Contrariando uma medida que vem sendo imposta por vários países, a justificativa dada por Queiroga para não exigir um comprovante de imunização é de que isso “feriria as liberdades individuais e poderia afetar a economia”.

Mas, na verdade, trata-se de uma imposição do presidente Jair Bolsonaro, contrário ao passaporte.

Após os cinco dias em quarentena, um novo teste de covid-19 deve ser realizado e, somente com resultado negativo, os viajantes serão liberados para circular. No entanto, o ministro não deixou claro como será fiscalizada a quarentena dos não vacinados.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Amazonas investe R$ 61 milhões em pesquisas e quer popularizar Ciência

O anúncio do investimento foi feito pelo Wilson Lima na tarde desta quinta (27). Na ocasião, Márcia Perales destacou que o Governo tem honrado compromissos com a Ciência.

27 de janeiro de 2022

‘Livre da Covid e de volta ao trabalho’, anuncia David Almeida

O prefeito de Manaus havia anunciado que estava infectado pelo coronavírus no dia 22 de janeiro. Hoje, pelas redes sociais, disse estar curado, dando destaque à vacinação.

27 de janeiro de 2022

Wilson Lima investe R$ 453 milhões em asfaltamento de ramais no AM

Na manhã desta quinta-feira (27), governador do Amazonas reinaugurou o ramal da Cachoeira do Castanho; atual gestão já recuperou 100 quilômetros de ramais.

27 de janeiro de 2022

XP/Ipespe coloca Lula 20 pontos percentuais à frente de Bolsonaro

Lula registrou 44% das intenções de votos. Na terceira posição, aparecem empatados na pesquisa com 8% o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

27 de janeiro de 2022

Ida de Moro ao União Brasil facilita vida de filiados do Podemos no AM

Presidenciável estuda se filiar ao União Brasil e assim facilitar a vida dos filiados do Podemos no Amazonas, que poderão apoiar livremente Bolsonaro e ter mais recursos.

27 de janeiro de 2022

Câmara de Manaus vai desembolsar mais de meio milhão para limpar carpetes

Os trabalhos legislativos em 2022 ainda nem começaram, mas os contratos expressivos da CMM em 2021, assinados por David Reis, seguem aparecendo no Diário Oficial da Casa.

27 de janeiro de 2022

Pela segunda vez, vereadores tentam derrubar aumento de 83% do Cotão

Na última tentativa, a desembargadora Joana Meirelles negou pedido de liminar dos vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel para suspender a votação que aprovou o aumento.

27 de janeiro de 2022

Arthur e Plínio evitam choque, mas corda entre os dois vai esticar

Questionados sobre para qual cargo vão concorrer em 2022, Arthur Neto e Plínio Valério não disseram aonde vão fincar seus esforços pois aguardam as definições partidárias.

27 de janeiro de 2022