fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

‘Não posso tomar providência de tudo’, diz Bolsonaro sobre Covaxin

Declaração foi dada em entrevista concedida à rádio Gaúcha, durante viagem ao Rio Grande do Sul. Para opositores, fala representa uma confissão de crime de prevaricação.

10 de julho de 2021

Compartilhe

Para a oposição, Bolsonaro confessou crime de prevaricação na compra da Covaxin (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, na manhã deste sábado (10) que não toma providências sobre todos os assuntos que chegam até ele. A declaração, dada em entrevista concedida à rádio Gaúcha, durante viagem ao Rio Grande do Sul, se refere às acusações de irregularidades encontradas no contrato de compra da vacina Covaxin, feitas pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) na CPI da pandemia.

“Eu não me reuni… Ele pediu uma audiência pra conversar comigo sobre várias ações. Eu tenho reunião com mais de 100 pessoas por mês, dos mais variados assuntos. Eu não posso simplesmente, ao chegar qualquer coisa pra mim, tomar providência”, disse o presidente.

Para opositores, a fala de Bolsonaro representa uma confissão de crime de prevaricação.

“Bolsonaro acaba de admitir que se reuniu com Luís Miranda, ouviu a denúncia e nada fez. Ou seja, confessou que cometeu um crime, o de prevaricação. Denunciar esquema de corrupção não é uma opção do presidente: é um dever”, publicou o deputado federal Alessandro Molon (PSB-MG) nas redes sociais.

O também pessebista Marcelo Freixo (PSB-RJ) também utilizou as redes sociais para repercutir a fala do presidente. Ele também interpreta a declaração como uma confissão de culpa por parte de Bolsonaro.

“Bolsonaro acaba de confessar que foi alertado sobre a corrupção na Saúde e deixou a roubalheira correr solta. Em entrevista à rádio Gaúcha, ele comentou a reunião c/ Luís Miranda: “NÃO POSSO ao chegar qualquer coisa para mim TOMAR PROVIDÊNCIA”. Isso é crime de prevaricação”

Texto: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Presidente diz que eleição sem voto impresso será ‘farsa’ inaceitável

Presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste sábado de 'motociata' em Presidente Prudente, criticou a urna eletrônica e ameaçou não aceitar o resultado da eleição.

31 de julho de 2021

Wilson celebra o ritmo da vacinação da população em 53 municípios

Governador Wilson Lima comemorou que o avanço da vacinação permitiu que 53 municípios já tenham vacinado ou estejam vacinando toda a população adulta alvo do PNI.

31 de julho de 2021

Vice do TRE-AM critica Bolsonaro e alerta para ‘clima de guerra’

Desembargador Jorge Lins falou ao RealTime1 sobre as acusações do presidente de eleições fraudadas e o clima de intranquilidade que elas trazem a paz social no País.

31 de julho de 2021

Pazuelo mentiu sobre o TrateCov na CPI, atesta análise do TCU

Conclusão dos técnicos do TCU desmente argumento apresentado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid de que a plataforma teria sido adulterada por hackers.

31 de julho de 2021

PF deve retomar investigação sobre interferência de Bolsonaro

Decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Inquérito apura se o presidente tentou interferir na Polícia Federal, buscando proteger os filhos.

31 de julho de 2021

Bolsonaristas promovem manifestação em apoio ao voto impresso

Grupo Conservador Amazonas espera reunir, neste domingo, na avenida das Torres, apoiadores da proposta defendida pelo presidente em transmissão ao vivo nesta quinta-feira.

31 de julho de 2021

CPI vai analisar 28 requerimentos que envolvem amazonenses

Destaque na lista de requerimentos, está o pedido contra o deputado estadual Fausto Júnior (MDB), a mãe dele, a conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins.

31 de julho de 2021

MPAM recomenda exoneração de 35 servidores públicos em Itapiranga

A recomendação é dirigida à prefeita, ao presidente da Câmara Municipal e a agentes que detenham a atribuição de nomear e de exonerar ocupantes de cargos comissionados.

30 de julho de 2021