fbpx

domingo, 03 de julho de 2022

Acordo para compra de Covaxin era todo ilegal, diz Simone Tebet

Senadora também acusou o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Onyx Lorenzoni, de usar documentos falsos para tentar defender o governo e refutar os irmãos Miranda.

9 de julho de 2021

Compartilhe

Senadora fez uma análise dos documentos apresentados por Onyx e mostrou fraudes evidentes até na língua inglesa. (Foto: Reprodução).

A senadora Simone Tebet (MDB/MT) afirmou, nesta sexta-feira (9), que o contrato firmado entre o Ministério da Sáude e a Precisa Medicamentos para a compra de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, produzida pela farmacêutica indiana Bharat Biotech, era todo ilegal e sinaliza que havia um esquema de corrupção no centro da execução dele.

Simone chegou a essa conclusão após ouvir o servidor do Ministério da Saúde William Amorim, responsável por apontar erros em três versões da invoice (nota fiscal internacional) emitida para cobrar US$ 4 milhões pelas primeiras quatro milhões de doses iniciais que deveriam estar no Brasil no dia 17 de março. Amorim afirmou que até o nome do ministério estava errado. “Até a terceira versão continha erros, como na definição de doses e no certificado de transportes”, contou.

William Amorim apontou também que não é comum o pagamento da invoice ser direcionado a uma empresa cujo nome não constava do contrato. No caso do contrato Precisa-Ministério, no receber do pagamento deveria constar a Precisa, mas na invoice consta a Madison Medical, uma empresa instalada no paraíso fiscal de Cingapura.

A senadora ainda fez uma análise das invoices apresentadas pelo ministro-chefe da Secretaria de Governo, Onyx Lorenzoni, e concluiu que ele mostrou documentos falsos para defender o governo das acusações feitas pelo diretor de Importação do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda, junto ao irmão dele, o deputado federal Luís Cláudio Miranda (DEM/DF).

Os irmãos denunciaram a corrupção no negócio entre o ministério e a Precisa para a compra da Covaxin. Eles até denunciaram o caso ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que não tomou qualquer medida para barrar o negócio.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

PT divulga nome de pré-candidatos a deputado federal e estadual no AM

Além dos pré-candidatos para a Aleam e Câmara Federal, os petistas homologaram o nome de Cheila Moreira para suplência do senador Omar Aziz (PSD).

2 de julho de 2022

Com apoio de Omar e Sidney, Manacapuru ganha escola construída sobre as águas

A escola municipal e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 criança e jovens.

2 de julho de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Com futuro incerto na disputa pelo Governo, PSol reúne filiados hoje

Quatro nomes disputam internamente a preferência dos filiados, mas nenhum tem força suficiente para ser anunciado na briga pelo Governo sem ter que passar pelas prévias.

2 de julho de 2022

Governo do AM firma convênios de R$ 67 mi para educação e setor primário

Na área de educação, os municípios de Anamã, Itacoatiara e Urucurituba receberam R$ 8,1 milhões para serviços de reformas em escolas estaduais e municipais.

2 de julho de 2022

Lula pode unir Braga, Omar e Nicolau no mesmo palanque no Amazonas

Reunião solicitada por Lula acontece neste domingo (3) e busca selar o apoio do petista às candidaturas de Omar, Braga e Nicolau nas eleições deste ano pelo Amazonas.

2 de julho de 2022

Senado aprova PEC com estado de emergência e R$ 41,25 bi em auxílios

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) prevê R$ 41,25 bilhões até o fim do ano para expansão de benefícios federais, como o Auxílio Brasil e o vale-gás de cozinha.

2 de julho de 2022

Emendas parlamentares somam R$ 22 mi para produção no interior do AM

São 37 municípios com emendas de parlamentares do Amazonas para o incremento da produção rural no interior do Amazonas com obras e implementos agrícolas.

2 de julho de 2022