fbpx

quarta, 16 de junho de 2021

Na tentativa de ‘aliviar’ Bolsonaro, médicos pró-cloroquina podem ir à CPI

No depoimento do ex-ministro Mandetta ficou clara a estratégia governista de dar à defesa do tratamento precoce ares científicos que a tese defendida pelo presidente não tem.

5 de maio de 2021

Compartilhe

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) em pronunciamento no plenário (Foto: Divulgação)

O senador Marcos Rogério (DEM-RO), um dos integrantes da tropa de choque do governo na CPI da Covid, apresentou requerimentos para que a Comissão ouça médicos defensores do uso da cloroquina e da hidroxicloroquina no chamado tratamento precoce contra a Covid-19.

Os requerimentos foram apresentados nesta terça-feira (4) e tem o objetivo de tentar, na CPI, justificar que a tese defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não seria anti-científico e, assim, amenizar a possível culpabilidade do Governo Federal no combate efetivo contra o coronavírus.

Os três requerimentos apresentados por Marcos Rogério ainda não foram apreciados pela Comissão.

Quem seriam os médicos convocados

As convocações são direcionadas a três médicos: o cardiologista Guili Pech; o cirurgião e nutrólogo Mateus Drumond, coordenador do movimento Médicos pela Vida, que defende o tratamento precoce, no estado de Minas Gerais; e o médico e deputado Luiz Ovando (PSL-MS), defensor fervoroso da cloroquina e do presidente Jair Bolsonaro.

Mandetta disse ter ‘ouvido’ Ciência

No depoimento do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta ficou clara a estratégia governista de dar à defesa do tratamento precoce ares científicos que a tese defendida pelo presidente não tem. Ao dobrar a aposta no falso tratamento, os senadores aliados tentam colocar o descontrole da pandemia nas tentativas de combate ao uso da cloroquina, não em sua defesa desamparada de rigor científico.

Da Redação, com informações do Congresso em Foco

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Recebimento da denúncia do MPF contra Wilson será julgado dia 30 pelo STJ

No dia em que a análise do caso estava prevista para acontecer, foi deflagrada a quarta fase da Operação Sangria em Manaus.

15 de junho de 2021

Witzel garante que vai à CPI nesta quarta e responderá a tudo

Segundo o Witzel, o pedido ao STF de não ir á CPI foi feito pelos seus advogados e que, amanhã, dará detalhes sobre a situação. Ele responde a quatro processos no MPF.

15 de junho de 2021

Omar diz que ainda aguarda definição do STF sobre ida de governadores à CPI

O presidente da CPI, Omar Aziz, destacou que a comissão já enviou os documentos solicitados pela ministra Rosa Weber, do STF, explicando o porquê de convocar governadores.

15 de junho de 2021

Privatização da Eletrobrás em debate no Senado já tem voto contra do AM

Os senadores amazonenses Omar Aziz (PSD) e Plínio Valério (PSDB) anunciaram seus votos contrários ao texto aprovado na Câmara dos Deputados.

15 de junho de 2021

Braga ‘esquece’ que defendeu abertura do comércio em dezembro

Crítico da gestão de Wilson Lima (PSC) e em busca da cadeira de governo do Estado, o senador Eduardo Braga (MDB) chegou a afirmar que não era "hora de fechar o comércio".

15 de junho de 2021

Para comprometer Wilson, Braga flerta com governistas na CPI da Covid

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

15 de junho de 2021

Governo Federal não atendeu as demandas do Amazonas, diz ex-secretário

Em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito, ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo considerou que socorro a Manaus não foi o adequado e nem o esperado.

15 de junho de 2021

Marcelo Serafim pede que FVS-AM inclua grupo de 12 a 17 anos na vacinação

Órgão de vigilância em saúde explicou que é responsável pela distribuição das vacinas contra Covid no Estado e que é o Ministério da Saúde quem define os grupos prioritários.

15 de junho de 2021