fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Maior gasto do ‘cotão’ pela bancada amazonense em setembro foi com assessoria

Apenas Plínio Valério não usou a verba para este fim. Omar Aziz gastou R$ 30 mil e Eduardo Braga R$ 25 mil. Outros gastos expressivos relacionam-se com passagens aéreas.

4 de outubro de 2021

Compartilhe

Omar, Eduardo e Plínio gastaram R$ 92 mil em setembro (Foto: Reprodução)

Em setembro, Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB) apresentaram gastos volumosos no Senado Federal. A maior parte da verba destinada à Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar dos Senadores (CEAPS), o ‘cotão’, foi usada para os serviços de consultoria e assessoria de comunicação. Juntos, segundo dados levantados da transparência do Senado Federal, os dois parlamentares investiram R$ 55 mil para estes serviços.

Além do salário de R$ 33.763, cada senador tem direito a um valor que pode variar entre R$ 21 mil e R$ 55 mil do ‘cotão’. Para os serviços de consultoria e assessoria, Aziz, que preside a CPI da Pandemia, R$ 30 mil, enquanto o colega emedebista gastou R$ 25 mil. Plínio Valério (PSDB) não gastou nada com esse item.

“Uso minhas redes sociais e um blog para divulgar meu trabalho. Não posso decepcionar aqueles que votaram em mim”, disse o tucano ao RealTime1.

O segundo gasto mais expressivo foi com passagens aéreas. Omar junto com os assessores Farid Mendonça Júnior e Marcelo Carneiro Garcia usaram pelo menos 16 passagens entre Manaus, Brasília e São Paulo; Plínio declarou três passagens entre Manaus e Brasília; Braga fez uso de duas passagens, para ele e para a assessora Nádia Cristina D’ Ávila Ferreira.

No total, em setembro, Omar Aziz usou R$ 55.600,76 da CEAPS, R$ 25 mil a mais que Braga, que utilizou R$ 29.202,61. Plínio tem gasto bem menos expressivo: R$ 7.942,70.

De janeiro a setembro deste ano, os senadores amazonenses gastaram juntos R$ 848.710,57.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021