fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Bancada amazonense do Senado gasta mais de meio milhão do ‘cotão’

Presidir a CPI da Covid, no Senado, fez com que Omar passasse a mexer no 'cotão' para divulgar suas ações nas oitivas; Braga e Plínio já usavam a verba com mais frequência.

21 de julho de 2021

Compartilhe

Bancada do Amazonas gastou R$ R$ 555.672,71 do cotão, verba destinada para o apoio ao exercício das atividades parlamentares (Foto: Reprodução)

Dados do Portal da Transparência do Senado Federal indicam que os três senadores da bancada do Amazonas gastaram R$ 555.672,71 em recursos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), o ‘cotão’, até os primeiros dias do mês de julho. Apesar do mês ainda não ter acabado, os gastos já estão discriminados porque a Casa entrou em recesso na semana passada.

A contratação de empresas para prestação de serviços de apoio parlamentar foi a principal despesa dos senadores até agora.

Nesse período, o senador Omar Aziz (PSD) foi quem mais usou as verbas do cotão. No total foram gastos R$ 216.077,12.

Os gastos do senador trazem uma curiosidade pois, até abril, quando assumiu a presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, Omar só havia feito uso do cotão em fevereiro, quando gastou R$ 6.766,86 em passagens aéreas. Agora, os gastos do senador, neste mesmo segmento, somam R$ 66.077,12, dividindoas compras entre agências como a MM Turismo e diretamente nas companhias aéreas, como Latam e Gol.

Foi também em abril que o senador Omar Aziz contratou duas empresas para prestar apoio parlamentar: a Uplink Eirelli, que recebeu R$ 30 mil mensais até julho, e a Caravelas Consultoria, que recebeu R$ 10 mil mensais até junho.

Com R$ 208.883,01, o senador Eduardo Braga (MDB) é o segundo que mais gastou o cotão em 2021. Do montante, Braga utilizou R$ 175 mil para a contratação da empresa L. Coelho Serra, especializada em apoio parlamentar.

O senador emedebista também gastou R$ 33.883,01 com a compra de passagens aéreas, todas concentradas na Maruaga Agência de Turismo.

Plínio Valério (PSDB) gastou R$ 130.712,58 do cotão mas, ao contrário dos colegas de bancada, o senador diversifica bastante o uso desse recurso. Até junho, por exemplo, ele usou R$ 20.087,57 com aluguel de imóveis para escritório político, dividido entre o aluguel de um imóvel de propriedade de Josyane Maués Brandão, pelo qual paga R$ 3 mil, e pacote de dados com uma operadora de telefonia.

Plínio também gastou R$ 5.250,83 com locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis. Para divulgação da atividade parlamentar, o senador tucano usou modestos R$ 1.150,00 com a contratação da empresa Excelsior Comunicação Digital e isso apenas no mês de janeiro.

O principal gasto de Plínio com o cotão está relacionado à contratação da empresa C. Freitas Nascimento, que presta serviços de apoio parlamentar ao senador. Até junho, foi pago R$ 90 mil à empresa. 

Já incluindo o início deste mês, foi usado o valor de R$ 14.224,18 com a compra de passagens aéreas, aquáticas e terrestres, todas contratadas por Plínio na empresa Adria Viagens.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021