fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Átila Lins gasta R$ 35 mil do Cotão com a locação de aeronaves

Átila Lins, que está em seu oitavo mandato consecutivo, gastou praticamente todo o valor da cota parlamentar mensal que é de R$ 43.570.

1 de outubro de 2021

Compartilhe

O deputado Átila Lins é o decano da bancada amazonense, já tendo cumprido sete mandatos consecutivos. (Foto: Reprodução)

No mês de setembro, os oito representantes do Amazonas na Câmara Federal gastaram juntos quase 160 mil reais (R$ 159.795,73) da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP). Átila Lins (PP) foi o campeão, não apenas por ser o que mais usou a cota, mas também por ter feito o maior gasto com apenas um item, é o que mostra a tabela divulgada pela Câmara.

Lins gastou R$ 43.289,45, sendo R$ 35.000 com locação ou fretamento de aeronaves e R$ 6.467,13 com serviços postais, sete vezes mais que a soma do que foi gasto pelos outros parlamentares com o mesmo item.

Depois de Lins, todos os outros deputados tiveram como gasto principal a divulgação da atividade parlamentar. José Ricardo (PT) aparece em segundo lugar com um gasto de R$ 31.414,38, mais da metade desse valor para divulgar as ações de seu mandato, R$ 15.050. Sidney Leite (PSD) gastou R$ 25 mil tão somente para essa finalidade.

Bosco Saraiva (Solidariedade) fez uso de R$ 17.843,37 seguido por Silas Câmara (Republicanos) que gastou R$ 17.806,00. Os deputados bolsonaristas foram os que menos gastaram, Alberto Neto (Republicanos) gastou R$ 14.715,60 enquanto o Delegado Pablo Oliva (PSL) aparece no fim da lista, como o mais ”econômico” dos parlamentares em Brasília, com um gasto de R$ 9.726,93.

As informações sobre o deputado Marcelo Ramos (PL) vice-presidente da Câmara não aparecem no site da Câmara. Perguntado pelo RealTime1 se o motivo seria por conta de um problema técnico, o parlamentar informou que não sabia responder o porquê da ausência das informações.

De janeiro a setembro os parlamentares acumulam um gasto de R$ 2.276.094,63.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021