fbpx

quinta, 30 de junho de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Compartilhe

Lula permanece com 44% das intenções de voto contra 32% de Bolsonaro (Foto: Divulgação)

Os pré-candidatos à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) aparecem com intenções de votos estabilizados, conforme pesquisa Ipespe divulgada nesta sexta-feira (20). Lula permanece com 44% das intenções de voto contra 32% de Bolsonaro.

Ciro Gomes (PDT) também manteve os 8% e só João Doria (PSDB) subiu um ponto na pesquisa, saindo de 3% para 4%.

A pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país. A margem de erro é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa espontânea, quando perguntado em quem iria votar, 39% disseram Lula e 29% Bolsonaro. Ciro Gomes aparece com 3% e João Doria 2%. André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) aparecem com 1% cada. Pesquisa espontânea é quando os nomes dos candidatos não são são citados na pergunta.

Em pesquisa, caso haja segundo turno entre Jair Bolsonaro e Lula, o petista tem 53% contra 34% do atual presidente. Já em uma eventual disputa entre Ciro Gomes e Lula, o petista aparece com 53% contra 25% do pedetista.

Bolsonaro só ganha no segundo turno, com 40% conforme a pesquisa, caso enfrente João Doria, que aparece com 38%.

Pesquisa avalia Governo Bolsonaro

Na avaliação do governo do presidente Jair Bolonaro, 52% dos entrevistados consideram ruim ou péssimo, contra 32% que acham ótimo ou bom. Consideram o governo regular 16% dos entrevistados e 1% não soube ou não quis responder.

Quando perguntados se aprovam ou não a maneira como Bolsonaro administra o país, a desaprovação chega a 61% contra 35% que diz aprovar. O restante não soube ou não respondeu.

Texto: Aldizângela Brito

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Amazonino tenta se promover às custas de policiais que prometem greve

Amazonino divulga que policiais ameaçam entrar em greve este ano e diz que sempre esteve ao lado da classe, mas esquece que quando governador teve que contornar paralisação.

30 de junho de 2022

Projeto de Lei isenta templos religiosos de pagar IPTU em Manaus

Apresentado pelo vereador Rosinaldo Bual, o Projeto de Lei tira do papel direito à isenção previsto na Constituição, mas impacta arrecadação da Prefeitura de Manaus.

30 de junho de 2022

TSE define teto de gastos de campanha presidencial em R$ 88,3 milhões

A decisão unânime da corte foi no sentido de determinar que seja usado o mesmo teto de gastos de 2018, mas corrigido pela inflação. Ou seja, pelo IPCA.

30 de junho de 2022

Comissão realiza oitivas sobre falta de segurança em terra indígena

Comissão vai pedir providências sobre os assassinatos de Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, além de apurar a omissão do poder público na segurança dos indígenas.

30 de junho de 2022

Wilson entrega mais de R$ 10 milhões em materiais para Operação Enchente

A entrega de 19 lanchas rápidas e 300 purificadores, que juntos somam o investimento de R$ 10,8 milhões dão continuidade nas ações de enfrentamento da enchente 2022.

30 de junho de 2022

‘Wilson Lima tem habilidade e é um dos favoritos da eleição’ , diz Hissa

Pré-candidato pelo Avante, Hissa Abraão afirmar que vai lutar pela Reforma Tributária e pela revisão dos impostos para que a classe média pague menos que os mais ricos.

30 de junho de 2022

‘Mesmo sob ditadura camuflada, golpe não virá’, avalia um dos criadores do PT

Foragido político por 15 anos, Carlos Augusto, para muitos Raimundo Cardoso viveu escondido em Manaus; integrou o PCdoB na década de 70 e está no PT há 43 anos.

30 de junho de 2022

Governo suspende publicações em redes sociais até o fim da eleição

Medida atende vedação prevista na legislação eleitoral que visa dar igualdade de disputa na corrida eleitoral minimizando o peso da máquina pública na eleição.

30 de junho de 2022