fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Líderes pela Amazônia assinam ‘Plano de Ação Manaus’

Documento irá nortear as próximas ações conjuntas entre os membros do GCF e é o principal resultado coletivo da 12ª Reunião de Governadores pelo Clima e e Florestas.

17 de março de 2022

Compartilhe

O documento coloca como prioridade na agenda do GCF, de forma inédita, o combate à pobreza, que ainda prevalece em áreas de florestas tropicais (Foto: Divulgação)

Além do lançamento dos programas Guardiões da Floresta e Amazônia +10, o governador Wilson Lima anunciou a assinatura do “MAP”, sigla para Manaus Action Plan – ou Plano de Ação de Manaus. A assinatura do “MAP” é um documento norteador das próximas ações da força-tarefa, tanto conjuntas como a nível local entre os membros do GCF e é o principal resultado coletivo da 12ª Reunião Anual da Força-Tarefa de Governadores pelo Clima e Florestas (GCF Task Force).

O documento coloca como prioridade na agenda do GCF, de forma inédita, o combate à pobreza, que ainda prevalece em áreas de florestas tropicais. Desta forma, o Plano trará o desenvolvimento da bioeconomia como eixo estruturante de qualquer iniciativa subnacional de combate ao desmatamento ilegal e para o desenvolvimento de uma economia de baixas emissões.

A proposta é que os Estados membros da força-tarefa possam ter no Manaus Action Plan um mecanismo para angariar financiamentos, no intuito de desenvolver estratégias ambientais com foco no fortalecimento de populações tradicionais e na redução de desigualdades sociais dos povos da floresta.

Além do MAP, o governador Wilson Lima, também assinou um Memorando de Entendimento (MOU, sigla em inglês para memorandum of understanding), entre os membros da Amazônia Brasileira do GCF e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

A parceria visa, sobretudo, apoiar programas e projetos de interesse mútuo, com foco na conservação da biodiversidade amazônica, no uso sustentável dos recursos naturais e no desenvolvimento de parcerias com empresas do setor privado, conforme disponibilidade de recursos humanos e financeiros.

Com informações da assessoria de imprensa

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022