fbpx

domingo, 16 de maio de 2021

#ForaSalles: Anitta e ministro do Meio Ambiente em ‘guerra’ no Twitter

A cantora e o ministro do Meio Ambiente passaram parte do feriado de ontem (21) em discussão na rede social. Data antecedia a reunião da Cúpula de Líderes sobre o clima.

22 de abril de 2021

Compartilhe

Feriado entre os dois foi de troca de farpas no Twitter (Foto: Reprodução)

Uma publicação da cantora Anitta, feita ontem (21) no Twitter, foi o start para uma série de alfinetadas entre ela e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

No dia em que antecedeu a Cúpula de Líderes sobre o Clima, Anitta publicou uma imagem do ministro acompanhada da hashtag #ForaSalles, seguida da frase “um desserviço para o meio ambiente”.

O tweet da cantora foi prontamente respondido pelo ministro. Ele fez referência a um personagem infantil para ironizar o posicionamento de Anitta.

“Fica na sua aí, ô Teletubbie”, replicou Salles.

A troca de mensagens entre os dois foi logo repercutida por outros usuários da rede social. Lá, muitos se posicionaram ao lado da cantora, impulsionando o #ForaSalles, enquanto outros optaram por defender o ministro e iniciaram a campanha #FicaSalles no Twitter.

Farpas

A discussão virtual não parou por aí. Anitta, sem mencionar o ministro, expôs um vídeo onde Bolsonaro é colocado como “pior inimigo da Amazônia”, relembrando os casos de 2019 e 2020, onde o Brasil registrou recordes em desmatamento.

O vídeo acusa Salles de colaborar com a ação de madeireiros, incusive citando a substituição do superintendente da Polícia Federal que o denunciou. Assista abaixo:

Anitta ainda debochou da resposta do ministro, perguntando que idade ele teria ao dar essa resposta imatura.

Novamente o ministro rebateu a cantora, insinuando que ela teria certa deficiência intelectual.

“Se você conseguir demonstrar, sem ajuda de outra pessoa, que sabe quais são as capitais do Brasil ou pelo menos os nomes dos seis biomas brasileiros a gente começa a conversar”, escreveu o ministro.

A cantora chegou a abrir uma enquete na rede social, questionando qual seria a função de um ministro do Meio Ambiente, dando as opções “defender a natureza” ou “ficar de trelelê no Twitter” aos internautas. Com mais de 178 mil respostas, a segunda opção tem sido a mais escolhida pelos usuário da rede social.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

PSDB-AM lamenta morte de Bruno Covas: ‘é exemplo a ser seguido’

Arthur Neto e Luiz Alberto Carijó falaram dos ideais de Covas e destacaram que ele é um exemplo a ser seguido pela militância partidária.

16 de maio de 2021

Omar destaca erro na condução da pandemia e desinteresse por vacinas

O senador Omar Aziz preside a CPI da Covid e fez estas afirmações durante entrevista à GloboNews; Aziz diz que todos sabem que houve 'erro' na condução da pandemia.

16 de maio de 2021

Inspirado na Netflix, grupo lança ‘Bolsoflix’; assista a um dos vídeos

Desde a última sexta (14), um site foi ao ar, reunindo uma série de vídeos do presidente Jair Bolsonaro e seus aliados do Governo Federal; confira o trailer.

16 de maio de 2021

Sem máscara, Bolsonaro pede aprovação do voto impresso e ataca Lula

O presidente Jair Bolsonaro compareceu hoje a atos pró-governo. Com queda na aprovação de seu governo, ele disse aos manifestates que mudanças não são imediatas.

15 de maio de 2021

Empate: população está dividida sobre impeachement de Bolsonaro

A pesquisa DataFolha divulgada hoje (15) indica um empate técnico entre as pessoas que aprovariam, ou não, um processo de impeachement ao presidente Jair Bolsonaro.

15 de maio de 2021

Bancada reage à permissão para Pazzuello ficar calado na CPI

Interrogado na próxima quarta-feira (19) o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, assegurou no Supremo Tribunal Federal uma liminar que garante o direito de ficar calado.

15 de maio de 2021

Fachin nega pedido da Polícia Federal e não vai investigar Dias Toffoli

Fachin determinou que é preciso aguardar o plenário da Corte se manifestar sobre o tema. O ministro enviou o processo para o plenário virtual do STF.

15 de maio de 2021

Saúde não teve mais recursos pois Governo não contava com segunda onda

Em ofício, o Ministério da Economia indicou que não destinou mais recursos para Saúde na LOA em 2021, pois o ministério não contava com o recrucidamento da pandemia.

15 de maio de 2021