fbpx

domingo, 16 de janeiro de 2022

Flávio Dino diz que ‘até os militares se cansaram’ de Bolsonaro

Flávio Dino avalia resposta da Anvisa às declarações de Bolsonaro que questionou a transparência do órgão na decisão de liberar a vacina contra Covid-19 para crianças.

9 de janeiro de 2022

Compartilhe

Nota da Anvisa em resposta a Bolsonaro repercutiu entre opositores do presidente neste domingo (Foto: Divulgação/Anvisa)

Em entrevista ao Blog do Noblat, o governador do Maranhão Flávio Dino (PSB), disse que “até os militares se cansaram dos delírios de Bolsonaro”. O comentário vem após a nota do contra-almirante Antônio Barra Torres, titular da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) que pediu retratação do presidente da República Jair Bolsonaro. Na semana passada, o presidente questionou o interesse da agência em liberar a vacinação de crianças contra a Covid-19.

“Exerça a grandeza do seu cargo demanda e, em nome do Deus que o senhor tanto cita, se retrate”, escreveu o contra-almirante na nota divulgada neste sábado (8). No teor da nota, Barra Neto entendeu que Bolsonaro colocou em dúvida a transparência do órgão e sugeriu submissão aos interesses de laboratórios de vacinas.

Para Dino, o presidente se isola cada vez mais por suas declarações consideradas sem medidas e, a perda de uma fatia de uma base fiel como a dos militares poderá acarretar a derrota de Bolsonaro nas urnas para a presidência.

Antes da nota de Barra Torres, comemorada pela oposição e ignorada pelos apoiadores do governo federal, Bolsonaro havia entrado também em choque com o comando do Exército Brasileiro que, recentemente emitiu recomendação para que militares evitassem disseminação de fake news e buscassem a imunização contra a Covid-19.

Com informações do Blog do Noblat e portais de notícias

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sindicato diz que MP-AM coloca servidores em risco de infecção por covid-19

Entidade que representa servidores do MP pede para que o órgão reconsidere a decisão de revezamento do trabalho. Servidores do grupo de risco foram colocados no revezamento.

16 de janeiro de 2022

Militares ensaiam retorno a posição mais discreta depois de fiasco no governo Bolsonaro

Desde o início a posse do presidente Bolsonaro, militares das três forças embarcaram no governo do ex-capitão expulso do Exército baseados na alta avaliação da população.

16 de janeiro de 2022

Ministros do STF atuam na disputa por indicação de vagas do STJ

Gilmar, Fux, Toffoli e Nunes Marques apoiam postulantes às duas cadeiras que serão preenchidas no Superior Tribunal. O STJ está há um ano com menos dois ministros.

16 de janeiro de 2022

Bolsonaro fala com donos de pousada interditada por não se vacinarem

Proprietários de pousada em Fernando de Noronha (PE) haviam se recusado a tomar vacina. Bolsonaro criticou decisão do governador pernambucano Paulo Câmara (PSB).

16 de janeiro de 2022

Bolsonarista Luciano Hang recupera conta no Twitter após 3 dias suspenso

Hang foi suspenso do Twitter nesta quarta-feira (12) por compartilhar fake news. A assessoria do empresário argumentou que a decisão viola a liberdade de expressão dele.

16 de janeiro de 2022

Capitã Cloroquina é condenada a pagar R$ 10 mil em ação contra Aziz

Capitã Cloroquina alegou no processo “demonstração de misoginia” em críticas feitas pelo senador Omar Aziz em entrevistas à imprensa. O senador alegou imunidade parlamentar.

16 de janeiro de 2022

TV RealTime1 promove série de entrevistas para explicar regras eleitorais

A minireforma eleitoral, aprovada em 2021, trouxe dúvidas para candidatos e eleitores e, por isso, a TV RealTime1 fará três programas especiais sobre o tema nesta semana.

16 de janeiro de 2022

Érico Desterro diz que Tribunal de Contas tem autonomia para analisar gastos da ALE-AM

Érico Desterro preside pela segunda vez o Tribunal de Contas do Amazonas. Na avaliação dele, o Tribunal de Contas é totalmente independente apesar de orçamento compartilhado.

15 de janeiro de 2022