fbpx

terça, 15 de junho de 2021

‘Estudo de Manaus foi pioneiro e de excelência’, destaca Pasternak

Bióloga que presta depoimento na CPI da Covid defendeu o trabalho do pesquisar amazonense Marcus Lacerda, da Fiocruz, que provou a ineficácia da cloroquina contra a Covid.

11 de junho de 2021

Compartilhe

Pesquisa da Fiocruz do Amazonas foi a primeira no mundo a provar que medicamento anti malárico não tinha eficácia contra Covid (Foto: Reuters)

A bióloga Natalia Pasternak, que depõe nesta sexta-feira (11) na Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, defendeu o estudo clínico realizado na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Amazonas que provou a ineficácia do uso da cloroquina no combate à doença.

“O estudo do professor Marcus Lacerda foi aprovado no comitê de ética em pesquisas, foi um estudo de excelência, ganhou um prêmio da revista na qual ele foi publicado e foi o primeiro a mostrar os riscos de usar esse medicamento no tratamento da Covid”, disse.

Natalia Pasternak lembrou que a pesquisa provou que, em doses altas, a cloroquina era ineficaz no tratamento de pacientes hospitalizados e que, em doses baixas, não estancava a reprodução do vírus. A profissional disse ainda que o estabelecimento do tamanho das doses teve como referência outros estudos realizado pelo mundo.

Estudo de Lacerda já foi discutido na CPI

O estudo do infectologista amazonense é citado em todas as sessões da CPI pelo senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS). O parlamentar sempre o classifica como “criminoso”, “irresponsável” e “causador de mais de 20 mortes”.

“É preciso dizer que foi um estudo pioneiro, importantíssimo e, a partir dele, todos os países se reposicionaram contra este uso. Além do mais, os pacientes que morreram, morreram de Covid-19 e não pelo uso da cloroquina”, afirmou a bióloga.

Perguntado sobre o uso e eficácia da Proxalutamida no combate à doença, medicamento testado em hospitais brasileiros e aqui em Manaus pelo grupo Samel, o médico sanitarista e ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Cláudio Maierovitch afirmou que ele tem muitos problemas, mas o principal é não ter aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisas (Conep).

Da Redação

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Braga ‘esquece’ que defendeu abertura do comércio em dezembro

Crítico da gestão de Wilson Lima (PSC) e em busca da cadeira de governo do Estado, o senador Eduardo Braga (MDB) chegou a afirmar que não era "hora de fechar o comércio".

15 de junho de 2021

Para comprometer Wilson, Braga flerta com governistas na CPI da Covid

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

15 de junho de 2021

Governo Federal não atendeu as demandas do Amazonas, diz ex-secretário

Em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito, ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo considerou que socorro a Manaus não foi o adequado e nem o esperado.

15 de junho de 2021

Marcelo Serafim pede que FVS-AM inclua grupo de 12 a 17 anos na vacinação

Órgão de vigilância em saúde explicou que é responsável pela distribuição das vacinas contra Covid no Estado e que é o Ministério da Saúde quem define os grupos prioritários.

15 de junho de 2021

Mayra recomendou tratamento precoce em Manaus, diz Campêlo à CPI

Apesar da recomendação, o ex-secretário informou à CPI da Covid que o governo jamais usou essa estratégia para conter o avanço da doença e a explosão de casos em Manaus.

15 de junho de 2021

Versão reforçada: crise de oxigênio em Manaus durou apenas 2 dias

Tese defendida pelo ex-ministro Eduardo Pazuello e pelo ex-secretário-executivo Élcio Franco sobre o desabastecimento de oxigênio em Manaus foi repetida por Marcellus.

15 de junho de 2021

Nunes Marques suspende quebra de sigilo de Élcio Franco na CPI

Nunes Marques suspendeu quebra de sigilo do ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco e de Helio Angotti, secretário de Ciência e Tecnologia da pasta.

15 de junho de 2021

Processo de Waldívia Alencar, ex-Seinfra, e mais 31, serão julgados no TCE

Entre as contas a serem apreciadas pelo Tribunal de Contas, também está a do ex-diretor da Suhab, Diego Afonso, referente ao exercício no ano de 2018.

15 de junho de 2021