fbpx

terça, 15 de junho de 2021

Zé Ricardo denuncia experimento da Samel ao Ministério Público

Segundo o parlamentar, o estudo não foi realizado com o consentimento da Conep e pode ter sido o responsável pela morte de, pelo menos, 200 pessoas no Amazonas.

10 de junho de 2021

Compartilhe

Deputado criticou o negacionismo diante da pandemia (Foto: Divulgação)

O deputado federal Zé Ricardo (PT), garantiu, nesta quinta-feira (10), que ingressará com um representação junto ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM) para que seja feita uma investigação acerca do estudo que a Samel fez em pacientes acometidos pela Covid-19, usando o medicamento Proxalutamida.

Segundo o parlamentar, o estudo não foi realizado com o consentimento da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) e pode ter sido o responsável pela morte de, pelo menos, 200 pessoas no Amazonas. No dia 10 de março deste ano, a Samel, inclusive, transmitiu uma live onde foram apresentados os resultados finais do estudo. Assista AQUI.

“Estamos acionando o Ministério Público para investigar essa denúncia. O negacionismo bolsonarista está levando a milhares de mortes no Brasil. Manaus e o Estado viraram cobaia desse estudo? Não podemos nos calar. Se for comprovado que até mortes aconteceram, os culpados têm de ser punidos”, disse o deputado.

Zé disse ainda que parte dessa equipe de profissionais que atuou nesse estudo é de defensores do tratamento precoce contra a Covid e do uso da cloroquina em pacientes. O parlamentar mencionou o médico infectologista Ricardo Zimerman, do Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre, que veio a Manaus junto com uma comitiva do Ministério da Saúde.

O RealTime1 procurou a Samel para ouvir a versão da empresa de assistência médica e hospitalar, da rede privada do estado, acerca da denúncia.

Por meio da assessoria, a Samel informou apenas que “a própria Conep, por meio de nota de esclarecimento publicada em suas redes sociais na última quarta-feira (9), se manifestou sobre o caso”. Veja, abaixo, a nota da Conep:

Usando o esclarecimento da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, a Samel, afirma que “a denúncia está equivocada”.

Pode ser uma imagem de texto

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Privatização da Eletrobrás em debate no Senado já tem voto contra do AM

Os senadores amazonenses Omar Aziz (PSD) e Plínio Valério (PSDB) anunciaram seus votos contrários ao texto aprovado na Câmara dos Deputados.

15 de junho de 2021

Braga ‘esquece’ que defendeu abertura do comércio em dezembro

Crítico da gestão de Wilson Lima (PSC) e em busca da cadeira de governo do Estado, o senador Eduardo Braga (MDB) chegou a afirmar que não era "hora de fechar o comércio".

15 de junho de 2021

Para comprometer Wilson, Braga flerta com governistas na CPI da Covid

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

15 de junho de 2021

Governo Federal não atendeu as demandas do Amazonas, diz ex-secretário

Em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito, ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo considerou que socorro a Manaus não foi o adequado e nem o esperado.

15 de junho de 2021

Marcelo Serafim pede que FVS-AM inclua grupo de 12 a 17 anos na vacinação

Órgão de vigilância em saúde explicou que é responsável pela distribuição das vacinas contra Covid no Estado e que é o Ministério da Saúde quem define os grupos prioritários.

15 de junho de 2021

Mayra recomendou tratamento precoce em Manaus, diz Campêlo à CPI

Apesar da recomendação, o ex-secretário informou à CPI da Covid que o governo jamais usou essa estratégia para conter o avanço da doença e a explosão de casos em Manaus.

15 de junho de 2021

Versão reforçada: crise de oxigênio em Manaus durou apenas 2 dias

Tese defendida pelo ex-ministro Eduardo Pazuello e pelo ex-secretário-executivo Élcio Franco sobre o desabastecimento de oxigênio em Manaus foi repetida por Marcellus.

15 de junho de 2021

Nunes Marques suspende quebra de sigilo de Élcio Franco na CPI

Nunes Marques suspendeu quebra de sigilo do ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco e de Helio Angotti, secretário de Ciência e Tecnologia da pasta.

15 de junho de 2021