fbpx

sábado, 28 de maio de 2022

Sonhando com Senado, Chico Preto pode ficar fora dos planos do Avante

David Almeida, presidente estadual do Avante, ainda não indicou o nome que vai apoiar nestas eleições. Mas, Chico Preto continua afirmando que concorrerá pelo partido.

9 de abril de 2022

Compartilhe

Chico é pré-candidato virtual ao Senado (Foto: RealTime1)

O ex-vereador Chico Preto não desanima do sonho de concorrer ao Senado Federal pelo Amazonas. Filiado há pouco tempo pelo Avante, até uns dias atrás, ele era o principal nome no partido para a disputa por uma cadeira no Congresso Nacional, mas o caminho para percorrer pode ser mais difícil do que parece, caso ele não encontre apoio dentro da própria sigla.

Ontem (8), durante a posse da nova presidência da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), o RealTime1 questionou o parlamentar sobre a possibilidade de ele não ser escolhido pelo Avante como candidato ao Senado.

Ele foi enfático e reafirmou a intenção para concorrer ao cargo. “Minha pré-candidatura é rumo ao Senado. Nesse momento do período eleitoral, esse tipo de fake news faz parte, eu sou pré-candidato ao Senado, serei candidato ao Senado e serei o senador pelo Amazonas”, disparou.

Porém, parte do que Chico Preto chama de “fake news” saiu da boca do prefeito de Manaus, David Almeida, que é presidente estadual do Avante. Na solenidade de filiação de Sabá Reis ao partido, David Almeida falou, diante de mais de 2 mil pessoas e do próprio presidente nacional do Avante, Luis Tibé, que ainda avalia nomes dentro do partido para a disputa nesta eleição. Na ocasião, o chefe do executivo municipal destacou que os números é que vão guiar sua indicação para o Senado.

O ex-vereador, que estava presente no evento, continua afirmando que seu histórico na política o credencia para a vaga, a única disponível nestas eleições. “As decisões que eu tomei ao longo da minha vida pública, elas não desabonam a caminhada que eu pretendo fazer, e estou fazendo rumo ao Senado”, disse à redação.

*Colaborou: João Luiz Onety

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022