fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Deputados gastam R$ 1,14 milhão nos dois piores meses da pandemia

Josué Neto, que não está mais na Assembleia do Amazonas, foi o único deputado que gastou todo o recurso disponível da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar

5 de abril de 2021

Compartilhe

Novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Josué Neto usou todo os R$ 65 mil a que tinha direito do Cotão da ALE-AM

Enquanto os amazonenses tiveram que ficar em casa para atender as medidas de restrições contra a Covid-19 em janeiro e fevereiro, os 24 deputados estaduais do Amazonas “passaram o rodo” na Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar, o “Cotão”, com gastos que somaram R$ 1.14 milhão.

Nos dois primeiros meses deste ano cada um teve à disposição R$ 65.3 mil ( R$ 1.56 milhão no total) para gastar com divulgação do mandato, aluguéis de veículos, aviões, barcos e compra de combustíveis, entre outros.

O gastão do ano não está mais na Assembleia: Josué Neto trocou a ALE-AM pelo cobiçado cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) não sem antes torrar cada um dos centavos disponíveis do Cotão em janeiro e fevereiro.

Ele foi o único entre os 24 deputados que usaram integralmente os R$ 65.355,18. O segundo que mais gastou os recursos do Cotão foi Adjuto Afonso (PDT). Ele deixou em caixa míseros R$ 5,18 dos R$ 65.355,18 a que tinha direito. Dermilson Chagas deixou R$ 14,92 e Fausto Júnior R$ 55,38.

Vale lembrar que o valor do Cotão é cumulativo e quem não gastou nestes meses têm até o final do ano para gastar. Usar essa verba também não é obrigatório.

Nos dois primeiros meses do ano quem mais economizou recursos da CEAP foi o deputado Sinésio Campos (PT). Ele tem em caixa para gastar nos próximos meses R$ 55.986,76. Os gastos do petista somaram nos dois meses R$ 9.368,42.

Parlamentar mais rica da ALE-AM, conforme declaração feita ao Tribunal Regional Eleitoral em 2018, a deputada Nejmi Aziz (PSD) foi a segunda que menos usou verba do Cotão: R$ 20.691,26, tendo acumulado, portanto, R$ 44.663,92 para usar nos próximos meses.

Empresário do comércio de combustíveis, o deputado Abdalla Fraxe (Avante) fecha a trinca dos que gastaram menos. Ele usou R$ 28.497,00, deixando R$ 36.858,18 em saldo.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021