fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Deputados arrependidos podem comparecer a ato contra ‘Bolsonaro Amazonense’

Organizadores do manifesto desta sexta-feira (23) na Aleam convidaram os deputados que pediram revisão dos votos favoráveis à homenagem ao presidente.

22 de abril de 2021

Compartilhe

A manifestação deve ocorrer nesta sexta-feira (23) às 8h30 na Aleam e pelas redes sociais (Foto: divulgação)

Movimentos sociais que devem protestar nesta sexta-feira (23), em frente a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) convidaram os deputados estaduais arrependidos para comparecer a manifestação contra a entrega de título de cidadão amazonense para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O organizador do protesto, Yan Ivanovich, chamou nesta quinta-feira, durante um ato simbólico na ALEAM os deputados que desejaram justificar os pedidos de revisão dos votos para discursão ao local e conversar com a população.

“O principal é dizer: deputados vocês erraram, mas se quiserem dizer para a população que vão pensar, talvez para um outro momento essa homenagem, mas nesse momento estão concentrados nessa questão da vacinação, serão muito bem-vindos amanhã”, declarou Ivanovich.

Durante a votação do Projeto de Lei nº 187/2021, concedendo a honraria ao chefe do executivo federal, alguns dos deputados que estavam ausentes foram computados como ‘sim’ no painel da Casa. Desde terça-feira, ao menos seis deputados pediram para que seus votos fossem indicados como ‘não’, e a aprovação saiu da ampla maioria, para o quórum mínimo de 13 parlamentares.

Embora a entrega do título seja realizada no Centro de Convenção Vasco Vasquez, o protesto foi mantido na Aleam. “Se quiserem entregar esse título ao Bolsonaro vão ter que escolher a casa de um deputado ou qualquer outro canto, mas não irão entregar esse titulo na casa do povo”, explicou.

O ato acontece a partir das 8h30, mesmo com quase 100 movimentos sociais declararam apoio, os organizadores não recomendaram aglomerações. Para isso, haverá também um ‘twittaço’ com a hastag #bolsonaronuncaseraamazonense.

Por Giovanna Marinho

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021