fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Culpado ou não? Lista do Planalto tem 23 falhas do governo na pandemia

A listagem apresenta 23 ingerências do governo federal na pandemia que poderão ser questionados ao longo da CPI da pandemia no Senado.

26 de abril de 2021

Compartilhe

Negacionismo em relação ao vírus é uma das principais preocupações do Planalto (Foto: reprodução)

A Casa Civil da Presidência da República enviou para 13 ministérios uma lista enumerando os principais pontos para a defesa do governo durante os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19 no Senado. A listagem divulgada pela UOL apresenta 23 questões que poderão ser levantadas pela investigação e pede que os ministérios apresentem respostas a cada uma.

O Amazonas é uma das pautas primordiais devido a negligência no enfrentamento à crise no estado, inclusive relacionados a falta de insumos como oxigênio e falta e kit intubação. O genocídio de indígenas também deve ser questionado.

Boa parte dessas questões estão relacionadas ao negacionismo do governo em relação à doença. como: minimizar a gravidade da pandemia, não adotar as medidas restritivas, incentivo a tratamento precoce sem comprovação científica, a falta de campanhas de prevenção e o uso do gabinete do ódio para disseminar fake news. Diretamente ligado a isso, a CPI deve perguntar se esse comportamento colaborou para o surgimento de novas cepas.

A vacinação também não ficou de fora e o Planalto pediu explicações sobre a demora do processo de aquisição das vacinas, politização da pandemia com o descredito à Coronavac e recusa à 70 milhões de doses da vacina da Pfizer.

A falta de gerencia em âmbito nacional também deverá ser criticada com a troca constante de ministros, militarização do Ministério da Saúde, demora para instalação do Comitê de combate à pandemia, falta de transparência na divulgação de dados e o episódio do vencimento de testes para Covid-19.

Assuntos relacionados à economia também entraram no foco com a ineficácia do Programa de Nacional de Amparo ao Micro e Pequeno Empreendedor (Pronampe) e demora para o repasse do auxílio-emergencial e no repasse de recursos para aberturas de leitos de UTI.

Virtual vice-presidente da CPI, o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) avaliou que o governo forneceu um plano de trabalho para os investigadores. O favorito para ser o relator, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) elogiou a atitude de Casa Civil, ironizando que agora sim ele está no rumo certo. “Se tivessem feito isso, respondido essas questões bem antes, não teríamos tanto trabalho”, disse o senador alagoano.

Veja a lista completa (os ministérios que terão que responder estão marcados com um ‘x’):

Com informações de Congresso em Foco

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021