fbpx

sexta, 07 de maio de 2021

CPI tem 173 requerimentos, 43 são referentes a crise em Manaus

Primeiro dia de trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito trouxe muitos pedidos de informações sobre o enfrentamento da doença no Amazonas e a crise de oxigênio em Manaus

28 de abril de 2021

Compartilhe

Senadores querem saber em detalhes como autoridades foram informadas sobre o desabastecimento de oxigênio em janeiro. (Foto: Reprodução).

A assessoria da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19 informou, no fim da noite desta terça-feira (27), que 173 requerimentos de informações e de convocações de testemunhas foram protocolados ao final do primeiro dia de trabalho da comissão. O REALTIME1 apurou que ao menos 43 são pedidos de informações sobre o combate a pandemia em Manaus em 2020 e a crise de abastecimento de oxigênio em janeiro.

Há também convocações do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), bem como do secretário de estado, Marcelus Campelo, e municipal de Manaus, Shadia Fraxe.

O vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou 45 requerimentos e boa parte deles sobre a situação de Manaus. Suplente da comissão, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) solicitou a convocação dos dirigentes da saúde de Manaus da atual gestão e da passada.

Outro suplente, Luiz Carlos Heinze (PP-RS), materializou em requerimento o que havia prometido fazer em seu discurso na sessão de instalação da CPI. “Manaus recebeu em 2020 milhões em recursos federais ao longo de 2020, mas a metade ficou nos cofres ao final do exercício do ano passado. É preciso saber porque esse dinheiro não foi aplicado”, disse o senador, colocando na roda a administração tucana encerrada em 31 de dezembro.

Todos esses requerimentos serão colocados em votação na sessão desta quinta-feira, marcada para à 9h (horário de Brasília). De acordo com o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD), será votado também nessa sessão o plano de trabalho do relator, Renan Calheiros (MDB-AL), que terá a missão de sistematizar as contribuições dadas pelos membros da CPI e encaminhadas até às 14h desta quarta-feira (28).

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021