fbpx

terça, 07 de dezembro de 2021

COP26: mundo espera do Brasil mais do que palavras, avalia Marcelo Ramos

Deputado destaca esforços para regulamentação do mercado de crédito de carbono no país para a garantia de até 72 bilhões de dólares para negociações no mercado internacional.

30 de outubro de 2021

Compartilhe

Desmatamento na Amazônia (Foto: Vinícius Mendonça/Ibama/Fotos Públicas)

O deputado federal pelo Amazonas, Marcelo Ramos (PL), vice-presidente da Câmara dos Deputados, disse, nesta sexta-feira (29), que o mundo na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26) espera do Brasil mais do que palavras.

“Espera mais compromissos efetivos de natureza administrativa ou legislativa e até policial, para cumprir os objetivos de desmatamento ilegal zero até 2030 e neutralidade climática até 2050”, destaca o parlamentar.

A COP-26 será realizada de 1º a 12 de novembro de 2021, em Glasgow, na Escócia, e tem entre seus objetivos discutir a implementação do Acordo de Paris, que é considerado um dos mais importantes compromissos multilaterais para a redução de emissão de gases de efeito estufa.

“O fato de nós termos preservado até aqui, não nos dar autorização para desmatar mais e emitir mais gases do efeito estufa daqui por diante porque o que está em jogo é o futuro do planeta, se ele será habitável para as próximas gerações”, avalia o deputado.

Regulamentação do mercado de crédito de carbono no Brasil

Marcelo garante que, do ponto de vista legislativo, junto com outros deputados, está se esforçando para votar, na próxima semana, o projeto de Lei 528, que regulamenta o mercado de crédito de carbono no Brasil.

Primeiro, segundo ele, monetizando e transformando em ativos financeiros a floresta amazônica em pé pela capacidade que ela tem de sequestrar carbono da atmosfera e revertendo o dinheiro, a riqueza, parte dela pelo menos, para as populações tradicionais, ribeirinhos, quilombolas, populações indígenas.

Já na outra ponta estabelecendo metas de emissão para a indústria e para o setor energético e o mecanismo de caap trading. “Quem emite mais do que a meta tem que comprar crédito para compensação e quem emitir menos tem créditos para vender no mercado”, explica Marcelo Ramos.

Brasil pode ter até 72 bilhões de dólares para negociar no mercado internacional

Ele explica que o potencial líquido desse mercado, ou seja, depois todas as emissões de carbono forem compensadas, varia entre USD 17 e USD 72 bilhões que o Brasil terá para negociar no mercado internacional. “Portanto, é mais do que urgente a aprovação do projeto 528 e a regulamentação do mercado de crédito de carbono no Brasil”, enfatiza o vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Omar critica liberação de garimpo em áreas indígenas no Amazonas

Decisão de liberar projetos de mineração em São Gabriel da Cachoeira foi tomada pelo chefe do GSI, Augusto Heleno, e alvo de críticas do senador Omar Aziz.

6 de dezembro de 2021

Cadastro Nacional vai reunir informações de pessoas condenadas por pedofilia

Os dados serão levantados pelo Conselho Nacional de Justiça. Entre os crimes estão estupro de vulnerável; corrupção de menores; exploração sexual de criança ou adolescentes.

6 de dezembro de 2021

Após tramitação relâmpago, vereadores aprovam Secretaria de Segurança

A criação de 68 cargos para o funcionamento da Segurança Pública gerou críticas dos vereadores Amom Mandel e Rodrigo Guedes. Governistas defenderam a criação dos cargos.

6 de dezembro de 2021

Vitória de Keitton em Coari aumenta poder de fogo dos Pinheiros em 2022

Eleição de Keitton Pinheiro ajuda a 'turbinar' as candidaturas de Adail Pinheiro Filho para deputado federal e de Mayara Pinheiro para permanência da sua vaga na Assembleia.

6 de dezembro de 2021

Absorventes e fundão eleitoral: Congresso analisa vetos de Bolsonaro

Congresso Nacional analisa, nesta terça-feira (7), os vetos do presidente ao fundão eleitoral de R$ 5 bilhões e a distribuição de absorventes para estudantes de baixa renda.

6 de dezembro de 2021

Em novo pacote de projetos de lei, Governo garante pagamento de datas-bases

A reestruturação da Lei 3.510 era esperada há décadas. Com ela, é possível a atualização salarial de vencimento e gratificações. A correção era esperada por 1987 servidores.

6 de dezembro de 2021

Bolsonaro quer Governo Federal decidindo sobre passaporte da vacina

Uma MP assinada por Bolsonaro teria o poder de alterar imediatamente essa lei, interferindo na autonomia de Estados e municípios, mas poderia ser rejeitada pelo Congresso.

6 de dezembro de 2021

General Heleno autoriza avanço de garimpo em áreas preservadas da Amazônia

Ministro Augusto Heleno do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) permitiu sete projetos de pesquisa de ouro em região na fronteira, ato inédito nos últimos dez anos.

6 de dezembro de 2021