fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Cinco prefeituras do AM teriam recebido recursos negociados por pastores

As prefeituras de Parintins, Manacapuru, Autazes, Canutama e Tapauá tiveram empenhados recursos do FNDE que teriam sido negociados por pastores da Assembleia de Deus.

23 de março de 2022

Compartilhe

Ministro da Educação, Milton Ribeiro delegou aos pastores o poder de negociar a liberação de verbas do FNDE com as prefeituras do País. (Foto: Reprodução)

As prefeituras de Parintins, Manacapuru, Autazes, Canutama e Tapauá, no Amazonas, teriam tido recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) empenhados para a construção de obras no fim de 2021. Os empenhos seriam frutos de negociações, conforme denúncia do jornal Folha de São Paulo nesta quarta-feira (23), realizadas pelos pastores Arilton Moura e Gilmar Santos que cobravam uma “taxa de sucesso” de até um quilo de ouro.

Arilton Moura e Gilmar Santos são ligados à Assembleia de Deus, igreja cujo líder no Amazonas é o deputado federal Silas Câmara (Republicanos), um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com a denúncia do jornal, os pastores cobravam R$ 15 mil para apresentar o projeto das prefeituras ao ministro e, em ao menos um caso, cobraram um quilo de ouro quando do empenho dos recursos.

Conforme o ranking de empenhos de recursos para obras no fim de 2021, os municípios do Amazonas estão entre os 11 que receberiam mais recursos negociados pelos pastores com a autorização do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que é também pastor prebisteriano.

Parintins foi o município do Estado que mais teve empenhos de recursos para obras financiadas pelo FNDE com a intermediação dos pastores: 25, com um total de R$ 23 milhões. No entanto, seguindo uma sistemática adotada para pulverizar a liberação de recursos, o FNDE liberou recursos para 24 dessas obras, sendo o valor empenhado de R$ 30 mil para cada uma.

O RealTime1 pediu da assessoria de Silas Câmara um posicionamento sobre o caso dos pastores Arilton Moura e Gilmar Santos, mas até o momento não recebeu resposta. O texto será atualizado assim que obtivermos a resposta. Já a Convenção Geral dos Ministros das Igrejas Assembleia de Deus do Brasil (CGADB) afirmou, em nota, que Gilmar Silva dos Santos e Arilton Moura “não representam e não têm autorização para falar em nome” da entidade. A nota é assinada pelo presidente da entidade, o pastor José Wellington Costa Júnior.

Cidades que mais receberam empenhos:

Parintins – 25 projetos aprovados

Autazes – 12 projetos aprovados

Manacapuru – 12 projetos aprovados

Canutama – 11 projetos aprovados

Tapauá – 11 projetos aprovados

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022