quinta-feira, 25 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Óleos essenciais, um negócio que vai tomar conta do Brasil

Mercado deste negócio deve encerrar 2023 movimentando US$ 23,7 bilhões e projetando US$ 40 bilhões, ano que vem.
COMPARTILHE
Kit de óleos essenciais para insônia e estresse
Kit de óleos essenciais para insônia e estresse tem preço "salgado", mas resolve mesmo os problemas

De mansinho um negócio bilionário está tomando conta e invadindo o gosto do brasileiro que busca qualidade de vida e bem estar interior. Trata-se da aromaterapia com óleos essenciais. Um dos gigantes do mercado mundial, a doTerra, inaugurou, nesta semana, a maior fabrica do grupo fora dos EUA.

A empresa americana de óleos essenciais doTerra investiu R$ 50 milhões na unidade, que está localizada em Joinville, Santa Catarina, e vai abastecer uma rede de distribuidoras individuais que está sendo montada silenciosamente há cinco anos, quando a empresa trouxe os produtos para o Brasil.

Nesse período, a venda de óleos essenciais para bem estar fez do Brasil o terceiro maior mercado da doTerra, com o faturamento de R$ 1 bilhão no ano passado. Os óleos essenciais são substâncias aromáticas extraídas de folhas, flores e frutos utilizados para a busca de bem-estar, na área de cosméticos e na indústria de alimentos e bebidas.

Leia mais:

Brics: Amazonas pode acessar recursos para projetos sustentáveis

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Bruna Brelaz: Amazonense no Conselhão quer juventude na Cop de Belém

O mercado deste negócio deve encerrar 2023 movimentando US$ 23,7 bilhões e projetando chegar em 2024 com US$ 40 bilhões.

Conforme a doTerra, existem consultoras de vendas em todos os Estados brasileiros e elas trabalham com linhas de produtos que ajudam o consumidor com problemas do tipo:

  • Gengivite, inflação de garganta e dermatite (laranja selvagem);
  • Perda de olfato, dores de cabeça e enxaqueca, asma, sinusite e ressaca (hortelã);
  • Concentração, recuperação de memória pós-Covid, crescimento capilar e combate a caspa (Rosemary);
  • Pressão alta, hipotireodismo e colesterol (Limão bravo);
  • Estresse, bruxismo, ansiedade e queimaduras (Lavanda);
  • Purificação de ambientes, sistema metabólico (mandarin amarelo);
  • Detox natural, auxilia na digestão, diurético (limão)

Os óleos são extraídos de plantas em diversas partes do mundo como Ásia, Europa e África e, no fluxo atual, precisam passar por laboratórios nos Estados Unidos para testagem e validação de pureza antes de entrarem no Brasil para o envase e comercialização

Linhas de óleos essenciais já disponíveis no Amazonas

No Amazonas é possível identificar, no site da empresa, ao menos dez consultoras trabalhando com os produtos. Uma delas falou com o RealTime1 sob compromisso de sigilo. Ela garante a qualidade dos produtos, mas pondera que os preços ainda são “salgados” para o mercado de Manaus.

Conforme essa consultora, mesmo com preços relativamente caros, a atividade de venda dos produtos está crescendo e ganhando o gosto do consumidor manauense, principalmente aqueles que procuram a aromaterapia para resolver problemas como insonia e estresse.

“Vale a pena pagar, resolve o problema mesmo”, garante a consultora, afirmando que o problema do preço deve ser solucionado em breve com a inauguração da fábrica de Joinville.

Segundo a doTerra, a fábrica vai resolver dois problemas enfrentados até agora pela operação no Brasil, melhorar a logística, que pode influenciar no preço, e criar um hub de produtos para abastecer a América Latina, o que dará escala para os produtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE