sexta-feira, 12 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

SECA 2024

Nível do Solimões despenca e assusta moradores de Tabatinga

Nos últimos sete dias o rio baixou de 9,38 metros para 8,14 metros, uma queda de 1,24 metros.
COMPARTILHE
A rápida descida do nível do Rio Solimões está causando grande preocupação entre os moradores de Tabatinga (Reprodução/vídeo)
A rápida descida do nível do Rio Solimões está causando grande preocupação entre os moradores de Tabatinga (Reprodução/vídeo)

A rápida descida do nível do Rio Solimões está causando grande preocupação entre os moradores de Tabatinga.

Em apenas 24 horas, o nível do rio desceu 29 centímetros. Nos últimos sete dias o rio baixou de 9,38 metros para 8,14 metros, uma queda de 1,24 metros.

Tabatinga,Nível do Solimões
Fonte: Proa Manaus

Essa descida acelerada já está impactando negativamente a rotina local.

Segundo o relato de um morador de Tabatinga ao RealTime1, “é bem assustador, é anormal, porque a gente já é acostumado a ver acontecer, mas desta vez, quase no meio do mês de junho, preocupa demais o rio secar dessa maneira.”

A situação é agravada pela queda no nível do rio Iquitos, que influencia o Solimões, tendo baixado 1,45 metros na última semana.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Morador de Tabatinga registra a queda acelerada do nível do rio Solimões (Vídeo: Arquivo)

Tabatinga,Nível do Solimões
Fonte: Proa Manaus

A redução no nível do Solimões afeta diretamente os transportes fluviais, essenciais para a região.

“Parte da população utiliza as linhas de lancha de Tabatinga a Benjamin Constant. Os catraieiros têm relatado que se continuar nesse nível de seca, no máximo no final do mês, para chegar a Benjamin Constant já terão que fazer a volta do rio, aumentando o preço da passagem e, consequentemente, os barcos já não vão mais para Benjamin. Vai ser um caos”, relata o morador.

Além dos problemas de transporte, a vazante do rio está revelando problemas ambientais. Na orla de Tabatinga, uma ossada humana foi encontrada nesta sexta-feira (14/6), além do lixo que está acumulado nas margens tornando a área insalubre.

Atualmente, uma empresa contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está realizando estudos de impacto ambiental para uma futura dragagem do rio.

No ano passado, uma audiência pública realizada por vereadores do Alto Solimões, a dragagem foi reivindicada para minimizar os impactos da estiagem na região.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE