fbpx

quarta, 21 de abril de 2021

Preocupação é manter empregos, diz Abraciclo sobre polo de bicicleta

Decisão do governo federal de reduzir, de 35% para 20% a alíquota do Imposto de Importação para bicicletas, inviabiliza a produção nacional.

23 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Decreto reduz de 35% para 20% a alíquota do Imposto de Importação para bicicletas (Foto: Reprodução)

Diante da decisão do governo federal de reduzir, de 35% para 20% a alíquota do Imposto de Importação para bicicletas até o fim do ano, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) afirma que a principal preocupação da entidade, no momento, é “garantir que as fabricantes nacionais, que já foram impactadas de forma substancial pela pandemia, consigam manter seus postos de trabalho, assim como o restante da cadeia, uma vez que existem centenas de empresas que montam bicicletas, em todo o país, através de aquisições de componentes nacionais e importados e, agora, terão concorrência direta dos produtos importados”.

A declaração foi dada por meio de nota enviada ao RealTime1, na tarde desta terça-feira (23).

Na prática, a decisão anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última quarta-feira (17) pelas redes sociais, inviabiliza a produção nacional de bicicletas.

A Abraciclo informou também que está trabalhando, juntamente com entidades e parlamentares do Amazonas, na busca por soluções e alternativas à medida anunciada pelo GECEX – Comitê Executivo de Gestão, da Câmara de Comércio Exterior – órgão ligado ao Ministério da Economia.

Padrão internacional de qualidade

Ainda segundo a entidade, as bicicletas produzidas no Polo Industrial de Manaus contam com o mesmo nível de qualidade das marcas globais, graças aos investimentos contínuos que as fabricantes têm feito em tecnologia e modernização.

As empresas vinham negociando com o Governo Federal a necessidade de se reduzir o custo Brasil e, com isso, aumentar a competitividade, paralelamente à adoção de medidas de abertura comercial.

Reunião vai discutir a redução

Um encontro marcado para esta terça-feira pretende reunir deputados e senadores do Amazonas e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Na ocasião, parlamentares do estado vão entregar ao ministro um projeto de decreto legislativo que susta os efeitos do decreto presidencial que diminui, gradativamente, de 35% para 20% as alíquotas do Imposto de Impostação que incide sobre as bicicletas.

Reportagem: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Negócios

Economistas são contra Bolsonaro receber título de Cidadão Amazonense

Classe se posicionou por meio de nota emitada pela Associação Brasileira de Economistas pela Democracia. Eles classificam posição política do presidente como 'nefasta'.

21 de abril de 2021

Confira as vagas de emprego oferecidas pelo Sine Manaus nesta quinta-feira

Ao todo, são 76 vagas. No currículo devem constar os seguintes dados atualizados: números pessoal e secundário, para contato e informações sobre o tempo de experiência.

21 de abril de 2021

Procon-AM notifica postos de combustíveis e revendedores de gás

Os estabelecimentos devem apresentar em até dez dias as notas fiscais com informações sobre os preços de compra e venda para análise de uma possível cobrança abusiva.

21 de abril de 2021

Vacina em ritmo lento compromete a recuperação econômica, alerta estudo

Conclusão é do Relatório de Atividade Fiscal, publicado pela Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado. Documento classifica o atraso como “risco a ser monitorado".

21 de abril de 2021

TVLAR inaugura nova unidade em Eirunepé e soma 57 lojas em todo o estado

TVLAR Eirunepé traz um layout renovado, desenvolvido para atender a operação de forma eficiente num planejamento estratégico que prevê a ampliação da rede de lojas na região.

20 de abril de 2021

Em meio à pandemia, demanda por locação e compra de imóveis tem alta

Para o Creci AM/RR, no último ano, o estado manteve procura elevada por aluguel e financiamentos de imóveis novos. Demanda é justificada por comodidade e empreendedorismo.

20 de abril de 2021

Operadoras de turismo perdem dois terços do faturamento em 2020

Segundo dados da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), o faturamento das empresas caiu de R$ 15,1 bilhões em 2019 para R$ 4 bilhões no ano passado.

20 de abril de 2021

Exportações cedem 1,9% e importações retraem 37,6% até a terceira semana de abril

Com isto, o saldo da balança comercial no período é de US$6.310,28 milhões, salto de 453,0% em relação às três primeiras semanas do mês de março (US$1.141,16 milhões).

20 de abril de 2021