fbpx

domingo, 16 de maio de 2021

Em meio à pandemia, demanda por locação e compra de imóveis tem alta

Para o Creci AM/RR, no último ano, o estado manteve procura elevada por aluguel e financiamentos de imóveis novos. Demanda é justificada por comodidade e empreendedorismo.

20 de abril de 2021

Compartilhe

Cresce procura por aluguel e compra de imóveis. (Foto: Reprodução)

Na contramão dos resultados econômicos negativos gerados pela pandemia do novo coronavírus, o cenário de aluguel e da compra e venda de imóveis se manteve em atividade, nos últimos meses, no Amazonas.

Segundo o Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado do Amazonas e Roraima – 18ª Região (Creci AM/RR), a demanda crescente registrada pelo setor imobiliário é atribuída à necessidade de mudança para novos ambientes residenciais e ainda, ao empreendedorismo.

Comodidade e busca por aluguel

O presidente do Creci AM/RR, Paulo Celestino de Carvalho Mota Junior, afirma que a procura tanto por locação como por compra de imóveis novos é crescente e isso ocorre, segundo ele, porque as pessoas buscam comodidade ao pensar em moradia.

“Mesmo em meio a pandemia, o mercado imobiliário não parou. Os clientes sentiram necessidade de mudar de moradia e buscar outro imóvel, ou porque era um local pequeno ou por outro motivo de insatisfação. Apesar da alta do IGP-M, a demanda se manteve para os aluguéis e para a compra”, disse.

Júnior explica que outro fator que contribuiu para o bom desempenho dos aluguéis no período de crise foi o empreendedorismo.

“Para cada empresa que fecha as portas, outras duas ou três iniciam operação e demandam local para funcionamento. O mercado não parou”, frisou.

Profissional registrado e a segurança

O presidente do Creci alertou para a importância de contar com o auxílio de um corretor legalizado. Ele afirma que constantemente o conselho recebe informações relacionadas a clientes que foram enganados.

“É preciso ter muito cuidado na hora de buscar um profissional. É importante que seja um corretor credenciado. A pessoa pode fazer uma busca no site do Creci e confirmar o nome do corretor e verificar se ele está apto ou não a exercer a profissão. Há casos de estelionatos. Deixamos um alerta à comunidade”.

Reportagem: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Negócios

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial

Mais de 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial, que será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020.

16 de maio de 2021

Diesel S-10 tem recorde de vendas em abril, indica Petrobrás

Mesmo com as remarcações constantes nos preços dos combustíveis no início deste ano, a Petrobras anunciou o aumento de 4,4% nas vendas do diesel S-10.

15 de maio de 2021

Guedes quer estreitar laços comerciais com os Estados Unidos

Apesar do posicionamento ideológico do governo Bolsonaro estar distante do defendido pelo presidente estadunidense, Joe Biden, na área econômica Paulo Guedes vê convergências

15 de maio de 2021

Cerca de 12 milhões de pessoas ainda não enviaram declaração do IR

O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h59min59s de 31 de maio. A data limite foi adiada em um mês devido a pandemia de Covid-19.

15 de maio de 2021

Estado beneficia produtores com compra de 113 toneladas de alimentos

Programa estadual atende aos produtores rurais afetados pela pandemia e pela cheia dos rios. Em dois meses, o estado adquiriu mais de R$190 mil em produtos, que são doados.

15 de maio de 2021

Governo lança edital de chamamento público para aquisição de casa de farinha

Para o Estado, a aquisição desses equipamentos é importante para atender o produtor da ponta e fomentar ainda mais a cadeia produtiva da mandioca.

14 de maio de 2021

Pix Cobrança começa a funcionar com pagamentos por meio de QR Code

Nova funcionalidade do sistema Pix permite que prestadores de serviços recebam pagamentos por meio de QR Code. A partir de julho, pagamentos poderão ser agendados.

14 de maio de 2021

AM aderiu a 6,6 mil acordos em programa de redução de salários

O volume de acordos firmados no Estado representa 0,43% do total registrado em todo o país, com crescimento de 205%. No dia 6 de maio, o Amazonas somava 2.184 adesões.

14 de maio de 2021