segunda-feira, 15 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Na falta de políticas públicas, deputados enchem pauta da Aleam de 'medalhas'

Nesta semana dos 21 itens da pauta de tramitação da Aleam, 11 tratam de homenagens a políticos, empresários e servidores públicos do Amazonas.
COMPARTILHE
medalhas

Os deputados estaduais do Amazonas parecem não estar muito preocupados com o debate de propostas que possam efetivamente mudar a vida dos cidadãos amazonenses. Em meio à pandemia e à grave crise econômica que assola o país, alguns parlamentares, incluindo o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), estão gastando o tempo para pensar em nomes que recebrão medalhas e comendas da Casa.

Dos 21 projetos de lei e de resolução legislativa que constam na pauta de tramitação da Aleam nesta semana, 11 tratam de entrega de Medalhas Ruy Araújo, maior comenda do estado do Amazonas e Título de Cidadão do Amazonas.

Olho nas eleições de 2022

O presidente da Aleam, deputado Roberto Cidade (PV), tem aproveitado as visitas ao interior para estreitar laços com os prefeitos. Tanto que, no começo do mês, protocolou pedido para a entrega da Medalha Ruy Araújo para prefeitos de cinco municípios: Apuí, Humaitá, Manicoré, Maués e Nova Olinda do Norte.

Nesta quarta-feira (27), o plenário aprovou a entrega da comenda a dois dos prefeitos, ao prefeito de Manicoré, Lúcio Flávio do Rosário e ao prefeito de Nova Olinda do Norte, Adenilson Reis.

Cidade também propôs a entrega da Medalha Ruy Araújo ao Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Belarmino Lins (PP) tem seguido o mesmo tom. O decano da casa propôs a entrega da medalha ao prefeito de Carauari, Bruno Ramalho (MDB). Na semana passada, ao ser questionado sobre os apoios que poderia vir a receber dos prefeitos, Belão, afirmou que não tem ciúmes na política e que o interior ”tem lugar para todos”.

Até indiciado na CPI da Covid pode tornar-se cidadão do Amazonas

Os deputados Fausto Junior (MDB) e Delegado Péricles (PSL) propuseram, juntos, o pedido de entrega do Título de Cidadão do Amazonas ao Ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) Wagner Rosário, indiciado na CPI da Covid por prevaricação e ao senador Marcos Rogério (DEM-RO), membro da comissão.

O deputado João Luiz (Republicanos), se uniu aos colegas e propôs em conjunto a mesma deferência ao empresário, Luciano Hang, proprietário das lojas Havan e que foi indiciado na CPI da Covid por incitação ao crime, já que é suspeito de disseminar fake news.

‘Chuva’ de Medalhas Ruy Araújo

Saullo Vianna (PTB) propôs a maior medalha a ser concedida a nível estadual, a Medalha Ruy Araújo ao Dr. Alberto Simonetti Neto, ex-presidente da OAB-AM. Joana D’ Arc (PL) fez a mesma proposta para entregar ao advogado João Paulo Jacob que é diretor acadêmico da Escola da Magistratura do Amazonas (Eastjam).

Dr. Gomes (PSC) propôs a homenagem ao secretário estadual de Saúde, Dr. Anoar Samad, que é mineiro. Esta proposta foi aprovada pelos deputados nesta quarta-feira (27).

Mas afinal, qual a função de um deputado?

O cientista político Carlos Santiago disse ao RealTime1 que os parlamentares veem neste tipo de propositura [conceder medalhas e honrarias] um meio para desviar o foco de suas reais funções.

”Como a maioria dos parlamentares não quer fiscalizar, eles se negam a cumprir aquilo que é a sua atribuição constitucional. E como são incapazes de propor projetos de leis que beneficiem a vida das pessoas, o parlamento estadual, que é muito caro ao contribuinte, hoje não passa de uma instituição de promoção e de comendas e títulos a amigos e bajuladores, que tem somente uma função: os manter no poder”, avaliou o cientista.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

COMPARTILHE