fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

De olho em 2022, Roberto Cidade quer título para prefeitos do interior

Para o cientista político Carlos Santiago, o presidente da Aleam tem usado do cargo de dirigente maior da Casa para agradar aliados políticos já mirando em sua reeleição.

11 de outubro de 2021

Compartilhe

Roberto Cidade tem viajado com frequência aos municípios do interior (Foto: Reprodução)

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) Roberto Cidade (PV) tem usado sua condição de chefe da Casa das leis para distribuir comendas e bajular prefeitos do interior do estado. Cidade protocolou o pedido para a entrega da Medalha Ruy Araújo para cinco prefeitos: Lúcio Flávio (Manicoré), Adenilson Reis (Nova Olinda do Norte), Marcos Antônio Lise (Apuí), Júnior Leite (Maués) e Dedei Lobo (Humaitá).

Nas últimas semanas Cidade tem frequentemente se ausentado das sessões nas quartas e principalmente nas quintas-feiras. O motivo? Visitar cidades do interior para inaugurar espaços como unidades de saúde, entregar itens através de emendas parlamentares e se reunir com lideranças locais. Recentemente, Cidade esteve em Barreirinha, Borba, Manicoré, Maués, Nova Olinda do Norte, Parintins, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.

É função de um deputado bajular prefeitos?

O cientista político, Carlos Santiago, falou sobre o tema ao RealTime1 e explicou as atribuições de um deputado estadual.

”Existem duas grandes atribuições do deputado, a primeira delas é votar e aprovar leis de interesse da sociedade que vão beneficiar a coletividade, que possam trazer bem-estar para a população. A outra é fiscalizar e denunciar atos do poder executivo, do governador e dos secretários”, disse.

Para Santiago, boa parte dos deputados não consegue ou simplesmente não quer propor algo que seja realmente efetivo para a população ao passo que sugere apenas títulos que servem apenas para estreitar relações com pessoas com as quais os mesmos têm interesse, principalmente neste período ”eleitoreiro”.

”Como a maioria dos parlamentares não quer fiscalizar, ela se nega a cumprir aquilo que é a sua atribuição constitucional e como ela é incapaz de propor projetos de leis que beneficiem a vida das pessoas, o parlamento estadual que é muito caro ao contribuinte, hoje não passa de uma instituição de promoção e de comendas e títulos a amigos e bajuladores, que tem somente uma função se manter no poder mesmo não aprovando nem propondo nem fiscalizando”, avaliou o cientista.

Merecimento banalizado?

O cientista político comenta ainda, que entregar esse reconhecimento para quem faz aquilo que está dentro de suas obrigações como gestor eleito pelo povo é brincar com o cidadão.

Para justificar o pedido, Roberto Cidade afirmou que ‘todos são prefeitos que trabalham com afinco pelo melhor das cidades que comandam. Eu fui recentemente nessas cidades e pude comprovar como a administração deles têm dado o melhor pela população, com obras e melhorias na educação e saúde”. Mas essa não é a obrigação de todo prefeito?.

”A ideia da comenda, das placas e medalhas no âmbito de instituições de estado é uma concessão para alguém que fez algo de forma extraordinária, algo que está além de suas atribuições”, destacou o cientista político.

A Medalha Ruy Araújo é uma honraria concedida a personalidades que desempenharam papéis de destaque na sociedade amazonense, trabalhar em prol da população é o mínimo esperado pelos eleitores. Esses não serão os primeiros a receber uma comenda, em setembro a Aleam aprovou a concessão de título de Cidadão do Amazonas aos prefeitos de Rio Preto da Eva, Anderson Souza (PP), e de Barreirinha, Glênio Seixas (MDB).

Na mesma onda, o cantor Gusttavo Lima e os humoristas Tirullipa e Whindersson Nunes também tiveram a honraria aprovada, mas diferente dos prefeitos, estes não têm obrigação com o Estado e mesmo assim ajudaram os amazonenses durante o colapso de oxigênio no começo desse ano.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Disputa para o Governo do AM tem recorde de mulheres para posto de vice

Anne Moura, Ana Milena, Cristiane Balieiro, Rita Nobre e Vera Castelo Branco disputam a vaga. A lista de candidatos inclui Michiles, Tadeu de Souza e o Engenheiro Machadão.

8 de agosto de 2022

Wilson e Braga terão 60% do tempo de propaganda na TV e no rádio

O tempo que cada candidato terá na propaganda eleitoral está relacionado ao tamanho da bancada eleita em 2018 para a Câmara dos Deputados e abrangência das alianças formadas.

8 de agosto de 2022

Wilson garante ter dado condições para novas matrizes econômicas no AM

O governador disse que os investimentos em gás natural e potássio têm avançado e que tem criado condições para desenvolver os novos mercados para reduzir dependência da ZFM.

8 de agosto de 2022

Confira os candidatos às eleições 2022 pelo MDB no Amazonas

O MDB aposta na candidatura de Eduardo Braga e Anne Moura ao Governo do Amazonas, além de apoiar a reeleição de Omar Aziz. 25 nomes concorrem à Aleam e nove à Câmara Federal.

8 de agosto de 2022

Das seis candidaturas ao Senado no Amazonas, apenas uma é feminina

Apesar de os partidos terem confirmados os nomes dos candidatos ao Senado em convenções partidárias, nenhuma candidatura foi registrada ainda oficialmente no TSE.

8 de agosto de 2022

PMB é o primeiro partido do AM a registrar candidaturas no TSE

Entre os 25 candidatos, cinco são ex-vereadores. A lista inclui ex-secretário, professores, empresários, militares, líderes religiosos, contador e digital influencer.

8 de agosto de 2022

Lula declara ao TSE patrimônio de R$ 7,4 milhões menor do que em 2018

O valor é inferior ao declarado por Lula em 2018, quando afirmou ter R$ 8 milhões –na época, ele teve a candidatura barrada pela Lei da Ficha Limpa.

8 de agosto de 2022

Justiça de São Gabriel da Cachoeira determina suspensão de shows

Shows de Barões da Pisadinha, Naiara Azevedo, Amado Batista e Anderson Freire em São Gabriel da Cachoeira está suspensão por liminar da Justiça do município.

8 de agosto de 2022