quinta-feira, 25 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Menezes, Pazuello e Mourão: candidatos de Bolsonaro ao Senado

Os três nomes do círculo militar mais próximo ao presidente devem concorrer ao Senado em 2022. Menezes e Pazuello correm o risco de ser concorrentes, segundo jornal.
COMPARTILHE
Menezes, Pazuello e Mourão de olho no Senado Federal

O ex-superintendente da Suframa, Coronel Menezes (Patriota), e o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuelo, podem ser as grandes apostas de Bolsonaro para o Senado nas Eleições de 2022. Os nomes dos dois militares surgem ao lado do vice-presidente Hamilton Mourão. A análise é do jornal “Folha de S. Paulo” e foi divulgada esta semana.

Entre eles, Pazuello seria o que tem mais opções de domicílio pelos quais concorrer. Se sair candidato ao Senado ou à Câmara dos Deputados, ele teria chances de concorrer pelo Rio de Janeiro, onde nasceu; Amazonas, onde mora parte da família; e Roraima, onde foi secretário.

Enquanto Mourão poderia concorrer ao senado pelo Rio Grande do Sul ou Rio de Janeiro.

O nome mais certo na disputa pelo Senado, até o momento, seria o de Menezes, segundo o jornal paulista. Ele é pré-candidato declarado a uma vaga pelo Senado Federal no Amazonas e mira a cadeira que hoje é ocupada por Omar Aziz (PSD), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

Ainda conforme análise da “Folha de S. Paulo”, ao menos seis ministros também miram o Senado na eleição do próximo ano: Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Fábio Faria (Comunicações), Tereza Cristina (Agricultura), Flávia Arruda (Governo) e Gilson Machado (Turismo).

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Da Redação, com informações da Folha de São Paulo.

Leia Mais:

COMPARTILHE