sexta-feira, 12 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Guedes diz que Amazônia vai sobreviver do crédito verde

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse a empresários de São Paulo que Manaus será conhecida pela "economia verde" e que trará fábrica de carros elétricos da Tesla.
COMPARTILHE
Guedes disse que, caso seja reeleito, Bolsonaro extinguirá o IPI (Foto: Divulgação/Agência Brasil)
Guedes disse que, caso seja reeleito, Bolsonaro extinguirá o IPI (Foto: Divulgação/Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o plano de um eventual segundo mandato do presidente Jair Bolsonaro (PL) é acabar de vez com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e fazer a Amazônia sobreviver com crédito verde.

Ele participou de um evento organizado pela Associação Comercial de São Paulo, com micro e pequenos empreendedores da zona leste da capital paulista.

Guedes disse que, caso Bolsonaro seja reeleito, irá reindustrializar o Brasil com energia barata.
Mais cedo, ao setor automotivo, Guedes também prometeu zerar o IPI, imposto que chamou de “excrescência”.

“Não é possível ser tributado antes de começar a produzir”, afirmou. “Esse imposto tem que acabar.”

Sem mencionar a delicada negociação que deixou de fora a Zona Franca de Manaus para destravar a redução de 35% do IPI no mês passado, Guedes disse que irá fazer a Amazônia sobreviver com crédito verde.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Em agosto, um decreto ampliou para 170 o número de produtos da Zona Franca que tiveram alíquotas restabelecidas. Entre os itens estão xarope de refrigerantes, isqueiro e carregador de bateria.

As empresas alegavam que o corte de IPI proposto anteriormente pelo governo tornaria inviável a produção na região.

Segundo Guedes, ao acabar com o imposto o plano de um eventual novo mandato de Bolsonaro inclui mudar a atividade principal na região. “Vamos transformar a Amazônia: em vez de viver de crédito de IPI, vai viver de crédito verde, da preservação de recursos ambientais, que estimo em R$ 100 bilhões.”

Ele também disse que seria importante instalar uma sede da Amazon na Amazônia e isenção de 30 anos de impostos.

“Tesla vai fazer carros elétricos. Tudo o que for verde e limpo vai para lá. Manaus vai ser a capital da economia verde e digital”, afirmou.

Texto: Douglas Gravas com colaboração de Ana Paula Branco

Leia Mais:

COMPARTILHE