terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Governo do AM já liberou R$ 219,1 mi para emendas parlamentares

Emendas parlamentares fortalecem ações do Estado desde 2019 quando teve início o governo de Wilson Lima. O volume liberado é recorde.
COMPARTILHE
novas medidas do comitê entras quarta

O governador Wilson Lima (PSC) já autorizou o pagamento de R$ 219,1 milhões em emendas parlamentares, desde 2019. Os recursos são destinados à execução de projetos apresentados por deputados estaduais e que fortalecem investimentos do Estado em áreas como educação, saúde, segurança, infraestrutura, esporte, cultura e setor primário.

O volume liberado é recorde. Somente em 2019, foram pagos R$ 36 milhões para execução de emendas, contra R$ 1,8 milhão em 2018, ano em que já vigorava o orçamento impositivo, instituído no Amazonas por meio da Emenda Constitucional (EC) nº 95, de 1º de novembro de 2016.

Em 2020, a quantia paga a projetos de emendas parlamentares quase triplicou: R$ 99,7 milhões. E neste ano, até 21 de outubro, o Estado já efetivou R$ 83,4 milhões para a mesma finalidade.

Desde 2019, há um total de emendas que somam projetos da ordem de R$ 408 milhões. Apenas neste ano, dos R$ 130,3 milhões em emendas recebidas pelo Estado, já foram pagos R$ 83,4 milhões, até 21 de outubro, em atenção às indicações apresentadas pelos deputados estaduais.

A diferença entre os valores das emendas atendidas e as pagas se deve ao fato do desembolso ser gradual, conforme, por exemplo, a execução de obras ou entrega de maquinários e equipamentos. E no Governo do Amazonas, a meta é atender a integralidade das emendas defendidas pelos parlamentares.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

As emendas parlamentares contribuem para reforçar políticas públicas desempenhadas pelo Estado, previstas em programas e projetos, levando investimento aos municípios, sobretudo ao interior amazonense.

“Nunca nenhum governador pagou tantas emendas como eu tenho feito. Sabe por que? Porque isso ajuda a comunidade lá na ponta. E é importante a ajuda da Assembleia Legislativa para que a gente possa avançar cada vez mais. E as coisas estão avançando, o Governo está presente; em todos os municípios do interior tem uma obra do Estado”, ressaltou o governador Wilson Lima.

Legislação

O regime de orçamento impositivo, de acordo com a Secretaria Executiva de Orçamento (SEO), da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), foi criado primeiramente no âmbito federal, a partir da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), de 2014, e depois, por força da Emenda Constitucional (EC) nº 86, de 2015. Antes disso, as emendas eram pagas conforme decisão dos governantes. No Amazonas, entrou em vigor com a EC nº 95, em novembro de 2016.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

COMPARTILHE