fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Itens da Páscoa sobem menos que a inflação, aponta pesquisa

Itens de mesa da Páscoa registraram aumento médio de 3,93%, em comparação com 2021. A taxa ficou bem abaixo da inflação acumulada nos últimos 12 meses, , que foi de 9,18%.

4 de abril de 2022

Compartilhe

Entre os que mais subiram, destacam-se os relacionados a hortifruti e proteínas (Foto: Reprodução)

Os itens de mesa da Páscoa registraram aumento médio de 3,93%, em comparação com o ano passado. A taxa ficou bem abaixo da inflação acumulada entre abril de 2021 e março deste ano pelo IPC-M da FGV, que foi de 9,18%. A pesquisa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro da Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) e mostra que os itens mais tradicionais do almoço de Páscoa tiveram forte desaceleração em relação ao ano passado, quando a mesma cesta registrava aumento superior a 25%.

Entre os que mais subiram, destacam-se os relacionados a hortifruti, proteínas e importados: couve (21,50%), batata-inglesa (18,43%), sardinha em conserva (16,44%), azeite (15,63%), azeitona em conserva (14,38%) e bacalhau (11,50%). O destaque positivo é a variação do arroz, que recuou 12,20% seu preço em relação ao ano passado e foi o principal responsável pela desaceleração da cesta como um todo: retirando apenas o arroz da cesta, a inflação dos itens de Páscoa seria de 9,79%, ligeiramente acima da inflação registrada no IPC.

“Em 2020/21, vivíamos uma tempestade perfeita para essa cesta especificamente, problemas climáticos e forte desvalorização cambial afetavam tanto a produção nacional do campo como os importados. No entanto, o novo problema de monções em 2022 e o fim da seca generalizada fizeram os hortifrutis assumir o protagonismo da inflação e permitiram ao arroz devolver boa parte do aumento sofrido no ano anterior”, comenta Matheus Peçanha, economista e pesquisador do FGV IBRE.

O economista destacou, inclusive, que o consumidor deve ficar atento em relação aos preços praticados nos próximos dias.

“A pesquisa não mostra, em definitivo, a elevação dos itens de Páscoa que o consumidor vai encontrar. Só medimos o que aconteceu com os preços dessa cesta específica nos últimos 12 meses, até março deste ano. Além do aumento já registrado de 8,33% do pescado fresco e 9,89% dos ovos, os preços desses itens tradicionais pode subir mais ainda, dada a pressão sazonal da demanda às vésperas da Semana Santa. Além disso, itens não contemplados no escopo do IPC, como os ovos e colombas de Páscoa, devem sofrer igualmente com essa pressão de demanda pela tradição”, acrescentou Peçanha.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

‘Nosso Centro’ quer expandir empreendimentos na região central de Manaus

Programa da Prefeitura prevê a revitalização do centro histórico com a implantação dos projetos 'Mais Negócios', 'Mais Vida' e 'Mais História', ao longo dos próximos 3 anos.

25 de maio de 2022

Em apoio a petroleiros, parlamentares questionam venda da Reman no TCU

Deputado Zé Ricardo e o senador Jean Paul (PT/RN) acionaram o Tribunal de Contas da União solicitando medida cautelar para suspender o processo de privatização da refinaria.

25 de maio de 2022

Comércio do Amazonas teve alta de até 20% nas vendas do Dia das Mães

Mais da metade dos estabelecimentos do comércio disse que as vendas do Dia das Mães cresceram entre 11% e 20% com destaque para pagamento no cartão parcelado.

25 de maio de 2022

Programa do Cetam realiza curso de criação de startups em Itacoatiara

Programa Trilhas de Empreendedorismo Digital vai receber 40 alunos para três dias de imersão no processo de criação de startups. Curso começa nesta quarta-feira (25).

25 de maio de 2022

Wilson Lima institui Sistema de Informações de Custos do Amazonas

Com o Sica, o governo vai ampliar o rigor no controle das informações com o objetivo de melhorar a qualidade dos investimentos. O sistema funcionará de forma eletrônica.

25 de maio de 2022

Operadoras de telemarketing vão ao STF contra uso do prefixo 0303

Argumento é de que a norma viola a Constituição por supostamente afetar o exercício de atividade empresarial e prejudicar a livre iniciativa e a busca do pleno emprego.

25 de maio de 2022

Fieam aponta distorção e afirma que ‘lista misteriosa’ prejudica o PIM

Fieam considera que a lista de produtos elaborada pela Suframa e pelo Ministério da Economia não atende às necessidades do PIM. Presidente da entidade demonstra preocupação.

25 de maio de 2022

Resultado preliminar do concurso público da PGE-AM é divulgado

Provas ocorreram no dia 17 de abril, quando quase oito mil candidatos concorreram a uma das 44 vagas ofertadas, sendo 37 para ampla concorrência e sete para PcDs.

25 de maio de 2022