fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

IPI zero para concentrados também afeta cadeias produtivas do interior

Grandes multinacionais do setor de bebidas não alcoolicas estão atualmente instaladas no PIM e dependem de insumos produzidos no interior para a fabricação de xaropes.

29 de abril de 2022

Compartilhe

Decreto que zera o IPI de concentrados terá impactos na economia dos municípios (Foto: Reprodução)

Não é só o Polo Industrial de Manaus (PIM) que deverá sofrer as consequencias negativas da decisão do governo federal que zerou as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrial (IPI) para concentrados de refrigerantes. Políticos e especialistas são unânimes em afirmar que o decreto n. 11.052 também representa um duro golpe para produtores rurais do Estado, em especial dos municípios de Maués – maior produtor de guaraná do estado, com 20 mil toneladas por ano -, e Presidente Figueiredo – responsável por grande parte da produção amazonense de açaí e cana-de-açucar.

Grandes multinacionais do setor de bebidas não alcoolicas, como a Coca-Cola e Ambev, estão atualmente instaladas no PIM e dependem de insumos produzidos nesses municípios para a fabricação dos xaropes – principal matéria-prima na produção de refrigerantes.

Para o presidente do Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), economista Marcus Evangelista, o decreto específico para o setor dos concentrados traz uma preocupação muito grande, ja que além dos 7.500 empregos diretos na indústria, essas cadeias produtivas também serão diretamente atingidas.

“Maués e Presidente Figueiredo, por exemplo, empregam pessoas que produzem insumos para as indústrias de concentrados e podem, simplesmente, ficar sem esses postos de trabalho, caso as empresas decidam realmente sair da Zona Franca de Manaus, uma vez que o decreto diminui a competitividade”, avalia .

O governador Wilson Lima também afirmou que a preocupação com o decreto que zera o IPI do polo de concentrados é em relação aos impactos na economia dos municípios.

“Essas empresas investem numa fábrica de açúcar, que tem no município de Presidente Figueiredo; investem na cadeia do guaraná lá do município de Maués, onde é o maior banco genético de guaraná do mundo; investem também na cadeia do açaí, que é uma cadeia produtiva muito significativa no estado do Amazonas”, completou Wilson Lima.

Já o senador Omar Aziz questinou a decisão que, segundo ele, “acaba com um polo inteiro da Zona Franca de Manaus”. Ele acrescenta ainda que a redução a zero das alíquotas do IPI não terá impacto na economia do país, uma vez que o produto não tem influencia na inflação.

“O presidente sabe da importância desse segmento para o Amazonas, pois é um setor que gera empregos em Maués, em Presidente Figueiredo e em muitos outros municípios que produzem açaí. O presidente tem consciência do que está fazendo, mas a troco de quê? Os concentrados não influenciam em nada a inflação”, questiona o senador.

Texto: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Com R$ 195 bilhões, Receita bate recorde de arrecadação em abril

No quadrimestre (de janeiro a abril de 2022), a arrecadação da Receita Federal alcançou o valor de R$ 743,2 bilhões, o que representa um acréscimo de 11,05% pelo IPCA.

26 de maio de 2022

Redução do ICMS: Bolsonaro sinaliza veto a compensação para estados

Bolsonaro disse que compensação, prevista em projeto aprovado na Câmara que limita ICMS da energia e de combustíveis, "não tem cabimento" e que poderá vetar o dispositivo.

26 de maio de 2022

Criticado até por bolsonarista, salário mínimo de R$ 1.212 é aprovado

Valor já está em vigor desde o primeiro dia do ano, quando Bolsonaro editou a medida provisória. A proposta, no entanto, precisava ser confirmada pelo Congresso Nacional.

26 de maio de 2022

Wilson Lima anuncia investimentos de quase R$ 25 milhões para CT&I

Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeam), os recursos serão aplicados em sete editais, sendo seis inéditos, de programas de apoio a pesquisas científicas.

26 de maio de 2022

Para economistas, ICMS em 17% terá pouco impacto na redução de preços

Economistas acreditam que projeto que estipula teto de 17% na cobrança de ICMS não resultará em redução expressiva no preço do combustível, com queda de até 5% nos preços.

26 de maio de 2022

Novamed anuncia expansão no PIM com investimento de R$ 50 milhões

Empresa pretende aumentar a produção de 1 bilhão e 100 milhões de comprimidos/mês para 1 bilhão e 400 milhões/mês, além da garantia de cerca de 900 postos de trabalho.

26 de maio de 2022

Indígenas Tikuna participam de oficina de artesanato em Benjamin Constant

O Workshop, promovido em parceria com o Sebrae Amazonas, contou com a presença de consultores de artesanato do Ceará, do Espírito Santo, Colômbia e Brasília.

26 de maio de 2022

Caixa amplia em até 21,4% subsídio do programa Casa Verde Amarela

Percentuais vão variar de 12,5% a 21,4%. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, acréscimo varia conforme região, renda familiar e população do município.

26 de maio de 2022