fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Fundeb paga hoje R$ 482 milhões para 32,9 mil profissionais do Amazonas

Benefício do Fundeb é de R$ 12,6 mil, para carga horária de 20 horas; R$ 25,2 mil, para quem têm vínculo de 40 horas; e R$ 37,8 mil, para quem trabalha 60 horas.

23 de dezembro de 2021

Compartilhe

O abono foi anunciado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima (Foto: Diego Peres/Secom)

O Governo do Amazonas paga, nesta quinta-feira (23), o maior abono da história do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e da Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em parcela única, os valores variam de R$ 12,6 mil a R$ 37,8 mil, contemplando 32,9 mil profissionais da Secretaria de Estado de Educação e Desporto e do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), com a injeção de R$ 482 milhões na economia.

O montante alcança professores, pedagogos, servidores técnicos e administrativos. Essas duas últimas categorias passaram a receber o benefício depois que o governador Wilson Lima editou decreto ampliando o alcance para todos os profissionais da área. 

No último dia 15 de dezembro, quando anunciou os valores e a data do pagamento, o governador destacou o esforço do executivo estadual para garantir o rateio do fundo aos profissionais. 

“Nós fizemos um esforço muito grande nas contas do Estado, apesar de toda a pandemia, da maior enchente de todos os tempos, nós fizemos o nosso dever de casa, nós economizamos, nós administramos bem o recurso público. E é por isso que hoje estamos conseguindo fazer esse reconhecimento, fazer esse pagamento a esses profissionais. Isso daqui é resultado de muito trabalho, resultado de muito esforço e de seriedade com o dinheiro público”, disse o governador.

Valores pagos aos profissionais da Educação

Os valores do abono variam conforme o total de horas trabalhadas pelo profissional. Para aqueles que trabalham em regime de 20 horas, o abono será de R$ 12,6 mil. Os que têm vínculo de 40 horas, o valor será de R$ 25,2 mil. Já para os de 60 horas, o abono será de 37,8 mil. Os servidores administrativos receberão R$ 12,6 mil.

Série histórica para profissionais do AM

Em 2016, quando foi pago o primeiro abono, o valor foi de R$ 517,39 a cada 20 horas. Em 2017, chegou a R$ 7.874,98. Já em 2018, os professores e pedagogos receberam R$ 3,6 mil a cada 20 horas de trabalho. Em 2019, foram pagos R$ 750 por carga horária.

Em 2020, o governador Wilson Lima não só ampliou o valor como o alcance do abono, contemplando todos os servidores da educação com R$ 4,2 mil a cada 20 horas – à época o segundo maior da história, com complemento do Tesouro Estadual para atender os administrativos.

Desde 2019, o Governo do Estado tem garantido o rateio das “sobras” do Fundeb, que é possível devido ao aumento da arrecadação da receita do estado e dos repasses do Governo Federal.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022

Jovem aprendiz colabora em média com 30% da renda das famílias, diz fórum

Fórum lançado nesta quinta, busca soluções para ampliar estágio e primeiro emprego no Brasil por meio de ações alinhadas com Estados e Municípios e ao Novo Ensino Médio.

27 de janeiro de 2022

Empresas podem acionar Justiça para liberar mercadorias na Receita

Mais empresas podem seguir a Moto Honda e acionar a Justiça para desembaraçar mercadorias fiscalizadas no operação padrão dos auditores fiscais, diz a Fieam.

27 de janeiro de 2022

Setor imobiliário deve frear reação devido Inflação e juros altos, em 2022

Conjuntura de 2022 com inflação e juros altos tem diferença em relação ao ano passado quando o mercado imobiliário reagiu bem apesar da pandemia, dizem especialistas.

27 de janeiro de 2022

Faturamento do PIM cresce 32% até novembro de 2021 e bate recorde

De acordo com dados da Suframa, o faturamento do Polo Industrial de Manaus acumulado de janeiro a novembro de 2021 atingiu volume recorde de quase R$ 145,59 bilhões.

27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

27 de janeiro de 2022

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGV

Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,7 ponto em janeiro, para 98,4 pontos, o menor nível desde julho de 2020, quando o índice atingiu 89,8 pontos.

27 de janeiro de 2022