fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Empreendedores do Norte terão R$ 8,6 bi em crédito do FNO em 2022

Os R$ 8,6 bilhões representam um aumento de R$ 1,1 bilhão em comparação ao valor disponibilizado em 2021. Deste montante, R$ 1 bilhão será destinado ao estado do Amazonas.

15 de dezembro de 2021

Compartilhe

Recursos do FNO são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (Foto: Reprodução)

O Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) vai financiar até R$ 8,6 bilhões para empreendedores urbanos e produtores rurais da região em 2022. O montante foi aprovado pelo Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Condel/Sudam), durante a 23ª Reunião Ordinária do colegiado.

Os R$ 8,6 bilhões representam um aumento de R$ 1,1 bilhão em comparação ao valor disponibilizado em 2021, de R$ 7,5 bilhões. A previsão de aplicação dos recursos seguirá a seguinte divisão: o Pará ficará com a maior fatia de recursos (R$ 2,5 bilhões), seguido de Tocantins (R$ 1,9 bilhões), Rondônia (R$ 1,8 bilhões), Amazonas (R$ 1 bilhão) e Acre, Amapá e Roraima, com R$ 430,8 milhões, cada. Essa programação pode ser revista a qualquer momento pelo Condel, à medida em que cada estado se aproxime da previsão estabelecida.

A superintendente da Sudam, Louise Caroline Campos Löw, afirma que um dos principais objetivos do FNO é democratizar o acesso ao crédito.

“O fundo, prioritariamente, concede financiamentos para o pequeno produtor, para a agricultura familiar, para a energia fotovoltaica, para micro e pequenos empresários e, também, financia ações relacionadas a infraestrutura”, explicou a superintendente da Sudam.

“Também trabalhamos com o Fundo de Desenvolvimento da Amazônia e com os incentivos fiscais. Então, nessa reunião do Condel, a gente troca figurinhas com os principais atores da região da Amazônia Legal, que envolve nove estados, incluindo o Mato Grosso e parte do Maranhão, e, assim, a gente tenta azeitar ainda mais as nossas políticas”, completou.

Sobre o FNO

Os recursos do FNO são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e pela Sudam e concedidos por meio do Banco da Amazônia, aquecendo a economia e gerando emprego e renda nas regiões. Os financiamentos podem ser utilizados em projetos para abertura do próprio negócio, investimentos na expansão das atividades, aquisição de estoque e até para custeio de gastos gerais relacionados à administração do empreendimento.

Para o secretário-executivo do MDR, Daniel Ferreira, o FNO é um instrumento fundamental para fomentar o desenvolvimento das mais diversas atividades econômicas na Região Norte.

“Esses recursos propiciam oportunidade para que os empreendedores possam expandir seus negócios e gerar mais oportunidades de emprego e renda. É bom para o Norte do País, bom para o empreendedor, bom para quem ganha uma oportunidade e, com isso, é bom para o Brasil”, destacou.

Embora as operações de crédito sejam voltadas, prioritariamente, a atividades de pequeno e médio porte, também são asseguradas condições atrativas de financiamento a grandes investidores.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Procurando emprego? Sine Manaus oferta 253 vagas nesta sexta–feira

O candidato que deseja concorrer a uma das vagas disponíveis, deve enviar mensagem para os números de WhatsApp disponibilizados na vaga pretendida, informando dado completos.

28 de janeiro de 2022

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022

Jovem aprendiz colabora em média com 30% da renda das famílias, diz fórum

Fórum lançado nesta quinta, busca soluções para ampliar estágio e primeiro emprego no Brasil por meio de ações alinhadas com Estados e Municípios e ao Novo Ensino Médio.

27 de janeiro de 2022

Empresas podem acionar Justiça para liberar mercadorias na Receita

Mais empresas podem seguir a Moto Honda e acionar a Justiça para desembaraçar mercadorias fiscalizadas no operação padrão dos auditores fiscais, diz a Fieam.

27 de janeiro de 2022

Setor imobiliário deve frear reação devido Inflação e juros altos, em 2022

Conjuntura de 2022 com inflação e juros altos tem diferença em relação ao ano passado quando o mercado imobiliário reagiu bem apesar da pandemia, dizem especialistas.

27 de janeiro de 2022

Faturamento do PIM cresce 32% até novembro de 2021 e bate recorde

De acordo com dados da Suframa, o faturamento do Polo Industrial de Manaus acumulado de janeiro a novembro de 2021 atingiu volume recorde de quase R$ 145,59 bilhões.

27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

27 de janeiro de 2022