fbpx

domingo, 19 de setembro de 2021

Comissão da Câmara aprova destinação mínima do FNO em projetos sustentáveis

Proposta estabelece percentual mínimo de verbas para ser aplicado nos empreendimentos que promovam a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais na região.

17 de agosto de 2021

Compartilhe

Substitutivo altera a Lei dos Fundos Constitucionais (Foto: Reprodução)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou proposta para estabelecer que, nos financiamentos realizados pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), o Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) deverá estabelecer um percentual mínimo de verbas para ser aplicado nos empreendimentos rurais e agroindustriais que promovam a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais no bioma Amazônia.

A medida está prevista no substitutivo apresentado pelo deputado Juarez Costa (MDB-MT) aos projetos de lei 5435/19, do deputado Lucio Mosquini (MDB-RO), e PL 5607/19, do deputado Camilo Capiberibe (PSB-AP). As duas proposições tramitam em conjunto e alteram a aplicação dos recursos do FNO.

A proposta de Mosquini limita a aplicação dos recursos do fundo aos setores de agricultura familiar, de agricultura de baixo carbono, agropecuário, de pesca e aquicultura, de floresta e agroindustrial. O projeto de Capiberibe, por sua vez, destina a maior parte dos recursos do fundo para projetos sustentáveis de desenvolvimento que respeitem o meio ambiente.

Juarez Costa observou que impedir que empreendimentos não rurais tenham acesso aos recursos do fundo pode ser prejudicial para a economia da região Amazônica.

“Considerando que é preciso aumentar o percentual de recursos do FNO destinados aos empreendimentos rurais e aos projetos sustentáveis de desenvolvimento que respeitem o meio ambiente, sem prejudicar a economia de outros setores, apresentamos proposta de alteração para aprimorar o projeto”, explicou.

O substitutivo altera a Lei dos Fundos Constitucionais, que regulamenta os fundos constitucionais de financiamento do Norte, Centro Oeste e Nordeste (FNO, FCO e FNE). Atualmente, o FNO pode ser aplicado em projetos dos setores agropecuário, mineral, industrial, agroindustrial, de empreendimentos comerciais e de serviços. O fundo é operado pelo Banco da Amazônia.

O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro

Leilão, a ser realizado em outubro, contratará energia de reserva, na modalidade por quantidade para usinas termelétricas a biomassa, eólica e solar fotovoltaica.

18 de setembro de 2021

Temporada de manejo do pirarucu na RDS Uacari está aberta

Em toda a RDS Uacari, a despesca será de 646 pirarucus, envolvendo 16 outras comunidades e 134 famílias. A estimativa de renda total na reserva é de R$ 290 mil.

18 de setembro de 2021

Produção de splits impulsiona setor de condicionador de ar no PIM

Produção do modelo split saltou de 1,8 milhão, nos primeiros meses de 2020, para mais de 3,1 milhões, de janeiro a junho deste ano. Fabricação do modelo janela também cresce.

18 de setembro de 2021

FGV divulga resultados das provas objetivas do concurso do TCE-AM

O concurso teve a confirmação de mais de 15 mil candidatos, com 40 vagas para provimento imediato na Corte de Contas, com vencimentos de até R$ 8,3 mil, além de benefícios.

17 de setembro de 2021

Inaugura em Manaus a primeira unidade franqueada da rede Flexfarma

Com um diversificado mix de fármacos, dermocosméticos e conveniências, primeira unidade da rede de drogarias Flexfarma em Manaus inaugura na próxima segunda-feira (20).

17 de setembro de 2021

Renda das mulheres cresce no 2º trimestre, apesar da desocupação maior

Redimento da força de trabalho feminina teve aumento 1,4% no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Enquanto a renda masculina subiu 0,4%.

17 de setembro de 2021

Endividamento familiar sobe 2,1% e tem o maior nível da história

Percentual das famílias endividadas apresentou sua nona alta na passagem mensal, chegando em 72,9% em agosto, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio

17 de setembro de 2021

Secretário do Tesouro garante Auxílio Brasil no valor de R$ 300

De acordo com o secretário especial do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, a expectativa é de que os beneficiário recebam o novo auxílio já a partir do mês de novembro.

17 de setembro de 2021