fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Edital disponibiliza R$ 7,1 milhões para pesquisas na Amazônia

Edital do Programa Inova Amazônia visa fomentar projetos de pesquisas, de desenvolvimento tecnológico e de inovação voltados para a região Amazônica.

9 de maio de 2022

Compartilhe

Program Inova Amazônia conta com investimento da ordem de R$ 7,1 milhões (Foto: Reprodução)

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) uniu-se a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Fundação de Amparo à Pesquisa de Rondônia (Fapero) e lançaram em conjunto, nesta segunda-feira (09), o edital do Programa Inova Amazônia. A iniciativa conta com investimento da ordem de R$ 7,1 milhões, recursos oriundos das três instituições, para fomentar projetos de pesquisas, de desenvolvimento tecnológico e de inovação voltados para a região Amazônica. A solenidade foi realizada no formato virtual, com transmissão no canal do Youtube da Fiocruz.  

O Programa Inova Amazônia receberá propostas oriundas do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) e da Fiocruz Rondônia, em parceria com instituições de ciência, tecnologia e inovação dos dois estados. Os projetos a serem apresentados poderão ter como temáticas a biodiversidade amazônica, vigilância, controle e tratamento de doenças tropicais e/ou negligenciadas ou emergentes na Amazônia.  

Além de temas relacionados à equidade e o bem-estar de populações em vulnerabilidade, residentes na Amazônia e na Pan-Amazônia, países que têm a floresta amazônica em seu território, assim como propostas visando o desenvolvimento regional e que abordem soluções que estimulem a integração de serviços de saúde, entre outros.  

Na oportunidade, a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales Mendes Silva, destacou o trabalho coletivo realizado entre as instituições para lançamento do edital que traz novas perspectivas em relação à Amazônia.    

“Sabemos que este é um programa iniciado pela Fiocruz que agora tem um recorte específico para nossa região. Isso é importante para favorecermos a rede colaborativa de pesquisadores e o fortalecimento da política de ciência, tecnologia e inovação. Estamos convidando pessoas para novas possibilidades e para que respostas sejam dadas para uma região rica, para fazer com que aquilo que é prioridade seja preservado, sobretudo, em relação àqueles que estão inseridos na floresta”, enfatizou.   

O presidente da Fapero, Paulo Haddad, disse que a instituição ainda é nova, com oito anos de criação, com um desafio grande não somente de fixar doutores, mas ainda de desenvolvimento sob a ótica efetiva da sustentabilidade.  

“O estado tem uma característica forte de Centro-Oeste e uma colonização ligada à pecuária extensiva, agricultura e à monocultura agrícola que se fortaleceu no estado trazendo números significativos. Temos o desafio de entender e transformar essas circunstâncias de desenvolvimento socioeconômico ligado aos desafios Amazônicos, onde temos a natureza, a necessidade extrema da água para produção, mas também a sua manutenção, conservação e preservação”, observou.  

Para a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, o edital é um passo no sentido de estruturar um programa permanente e consistente para que a pesquisa na Amazônia seja um motor para o desenvolvimento econômico, social e ambiental, porque não há superação de crises sem as atividades de ciência, tecnologia e inovação, especialmente quando direcionada para os desafios da saúde.  

“Na perspectiva da Fiocruz, a Amazônia de fato é um desafio do desenvolvimento científico, social, econômico, da autonomia e do bem-estar, não somente da região, mas do país, e em nível global. A Amazônia nos desafia há anos e só pode ser enfrentada com uma construção coletiva, tal como temos colocado. Nesse momento, dar um destaque para a necessária ação conjugada de redes na Amazônia é fundamental”, frisou.  

O edital Inova Amazônia coloca em prática a integração de duas unidades do Norte do país, alcançando o restante do país, seguindo  assim os preceitos do  professor Samuel Isaac Bechimol, que, com propriedade interpretou e advogou pela efetiva integração da Amazônia ao restante do país, segundo comentou a diretora do ILMD/Fiocruz Amazônia, Adele Bezaken.  

A chamada que faz parte do Programa Inova Fiocruz ficará disponível no endereço http://portal.fiocruz.br/ programa-inova-fiocruz.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

STF valida Lei do AM que iguala salários de escrevente com o de analista

Para o STF, a lei amazonense não promoveu a transposição de servidores ou o provimento de cargos sem concurso público, apenas deu isonomia para categoria em extinção.

21 de maio de 2022

MPAM pede anulação de prova do concurso da Sefaz para Auditor

O Ministério Público identificou que prova tinha questões que fugiram ao que estava previsto no edital e pediu pela suspensão do exame para a categoria.

21 de maio de 2022

Faturamento do varejo cresce 3,5% em relação ao período pré-pandemia

Para a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus, a abertura de novos empregos na capital impulsionou os resultados, contribuindo para a recuperação do segmento.

21 de maio de 2022

Lei de tempo de espera máximo para atendimento é sancionada, no AM

O Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas destaca que, para que o consumidor consiga indenização perante a Justiça, é necessário recorrer ao Poder Judiciário.

20 de maio de 2022

PL destina recursos do pré-sal para políticas de pesca e aquicultura

Projeto de Lei 6114/19 destina para as políticas de aquicultura e pesca dos estados e municípios até 1% dos recursos arrecadados pela União com venda dos barris de petróleo.

20 de maio de 2022

PIM poderá ganhar fábrica da Tesla, empresa de Elon Musk, diz colunista

Informação é do colunista Igor Gadelha, do site Metrópoles. Em setembro do ano passado, a empresa apresentou, pela primeira vez, um protótipo de um veículo de duas rodas.

20 de maio de 2022

Em 4 meses, a arrecadação tributária do AM cresce 4% e supera R$ 5 bi

Crescimento reflete o bom desempenho da atividade comercial, e ainda, do subsetor de postos de combustíveis, que registraram alta na arrecadação, respectivamente, de 6% e 10%

20 de maio de 2022

Governo publica decreto com regras para mercado de carbono

Medida exige que os ministérios do Meio Ambiente e da Economia criem um plano de mitigação das mudanças climáticas, em que serão definidas metas de emissão de gases.

20 de maio de 2022