fbpx

segunda, 25 de outubro de 2021

Consumo em moda aponta recuperação gradativa, diz IPC Maps

Levantamento mostra recuperação gradativa no potencial de consumo em relação a 2020. Porém, na comparação a 2019 o setor de moda registrou queda de 27,7% nas vendas.

14 de outubro de 2021

Compartilhe

Pesquisa da IPC Maps aponta recuperação gradativa no potencial de consumo em moda (Foto: Reprodução)

O setor de moda, no estado, deverá movimentar mais de R$ 2,5 bilhões, em 2021, o que representa um crescimento de 11% em relação à fatia de R$ 2,2 bilhões registrada no último ano. Apesar do cenário positivo, os números apontam que o segmento levará algum tempo para alcançar os índices de 2019, quando o potencial de consumo em moda chegou a R$ 3,5 bilhões. Os números são da Pesquisa Índice de Potencial de ConsumoIPC Maps, especializada em potencial de consumo no país.

Os números para o Amazonas seguem a tendência nacional de recuperação gradual no consumo. O levantamento considera despesas com vestuário confeccionado; calçados; joias, bijuterias e armarinhos.

O levantamento mostra uma recuperação gradativa nos números em relação a 2020. Porém, na comparação a 2019, período anterior à pandemia, o setor de moda registrou retração de 27,7% nas vendas.

Conforme a pesquisa, a redução no consumo afetou diretamente o quantitativo de empresas varejistas atuantes no setor (vestuário, calçados e artigos de viagem). Em 2021 o segmento registra 15.417 empresas, volume 15,5% menor do que o contabilizado em 2019 (18.241). Porém, quando comparado a 2020 (13.303), o número de estabelecimentos comerciais cresceu 13,7%.

De acordo com o responsável pela pesquisa IPC Maps, Marcos Pazzini, a redução do consumo no segmento de moda, no estado, afetou diretamente a operação de lojas.

“O Amazonas teve pouco menos de 28% de perda de valores nominais de potencial de consumo entre 2019 e 2021, no segmento de moda, englobando despesas com vestuário, calçados e joias/bijuterias. Essa queda foi sentida pelo segmento do comércio varejista da categoria, que teve fechamento de 15,5% das empresas do segmento entre 2019 e 2021, ou seja, 2.824 empresas de comércio varejista de vestuário, calçados e artigos de viagem fecharam as portas nesse período”.

Crescimento no país

A pesquisa projeta que o potencial de consumo no país, em 2021, deverá movimentar R$169,3 bilhões, retomando parte do valor perdido no último ano em decorrência da pandemia da Covid-19, quando o setor respondeu por R$ 149,1 bilhões.

Em 2019, o potencial de consumo em moda chegou a R$ 210,6 bilhões, o que representa quase 20% a mais que a projeção atual.

Segundo o IPC Maps, dos 1,5 milhão de comércios varejistas (vestuários, calçados e artigos de viagem) existentes em 2019 no Brasil, quase 350 mil fecharam suas portas no início da pandemia. Já neste ano, a quantidade de empresas voltou a subir, totalizando cerca de 1,3 milhão de unidades instaladas. 

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:     

Leia mais sobre Economia & Negócios

Vendedor, analista, motorista e outros; confira as vagas de emprego em Manaus

Mora em Manaus e está à procura de emprego? O Sine Manaus oferta 126 vagas nesta segunda-feira (25). Fique atento aos critérios para cada vaga e o procedimento de seleção.

24 de outubro de 2021

Suframa prevê investimentos de R$ 7,9 bilhões e 1,4 mil novos empregos

A diversificação da produção de motocicletas elétricas, que deve gerar 218 novos postos de trabalho e investimentos de R$ 54 milhões, foi apresentada na reunião.

24 de outubro de 2021

Selos Brasileiros são criados para identidade única das Indicações Geográficas

Criação dos Selos é uma iniciativa liderada pelo Ministério da Economia/INPI, em parceria com o Sebrae e o Ministério da Agricultura, que irá agregar valor aos produtos.

23 de outubro de 2021

AM é líder em investimento em recursos humanos altamente qualificados

Com recursos de mais R$ 100 milhões, Programa de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu, da Fapeam, investe na formação de recursos humanos altamente qualificados no estado.

23 de outubro de 2021

Amazonas teve a pior taxa de sobrevivência de empresas do país em 2019

Em 2019, só 16,3% das unidades locais de empresas do Amazonas seguiam ativas após dez anos de existência. Na Região Norte, a taxa de sobrevivência das unidades era de 19,0%.

23 de outubro de 2021

Supermercados cresceram 25% com retomada de projetos em 2021

Levantamento da Geofusion aponta para uma possível recuperação no ritmo de expansão dos supermercados. Projetos interrompidos por conta da pandemia foram retomados.

23 de outubro de 2021

Guedes minimiza exoneração de secretários e diz que saída é ‘natural’

Saída de quatro secretários da pasta aconteceu após manobra do governo federal para furar o teto de gastos e garantir o benefício de R$ 400 para o Auxílio Brasil.

22 de outubro de 2021

Contas externas têm déficit de US$ 1,7 bilhão em setembro, diz Banco Central

Em 12 meses, o déficit em transações correntes é de US$ 20,702 bilhões, 1,3% do Produto Interno Bruto, ante o saldo negativo de US$ 19,349 bilhões em setembro de 2021.

22 de outubro de 2021