fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Abertura de novas empresas no Amazonas cresceu 19,2% em 2021

Crescimento na abertura de empresas foi de 19,2%, em comparação a igual período de 2020, quando foram arquivados 6.620 novos Cadastros Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

11 de janeiro de 2022

Compartilhe

Os dados de abertura de empresas pela Jucea não incluem a abertura de MEIs (Foto: Divulgação/Jucea)

Dados da Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea) registrou, de janeiro a dezembro de 2021, abertura de 7.896 novos empreendimentos no Estado. O crescimento foi de 19,2%, em comparação a igual período de 2020, quando foram arquivados 6.620 novos Cadastros Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). Os dados são do Sistema de Registro Mercantil (SRM) da autarquia – vinculado ao Ministério da Economia.

Conforme o relatório do SRM, o mês de março obteve o maior número de aberturas de empresas no Estado do ano de 2021, e também dos últimos cinco anos. Mesmo em meio à pandemia, foram criados 854 novos CNPJs em solo amazonense. O número é 54,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, que teve 552 constituições.

Para a presidente da autarquia, Maria de Jesus Lins, apesar da alteração no cenário econômico no Brasil devido à pandemia de Covid-19, desde 2020, o Amazonas tem conseguido manter uma percepção positiva dos negócios.

“Os números registrados na Jucea nos mostram que conseguimos manter o fôlego em plena crise econômica, mesmo com o crescimento no número de empresas extintas. Acreditamos que o pacote de medidas fiscais e de linhas de crédito do governo estadual para os empreendedores, aliado às inovações e investimentos tecnológicos e de mão de obra feitos pela autarquia, contribuíram para reduzir os impactos econômicos causados pelo Covid-19”, afirmou.

No ano de 2021, foram extintas 3.128 empresas, 305 a mais do que o registrado em 2020, que teve o número de 2.823 extinções. Ainda de acordo com o Sistema de Registro, dezembro de 2021 foi o mês que arquivou o maior número de extinções no estado, com um total de 311 empresas.

Entre os municípios do estado que tiveram maior número de constituição de novos empreendimentos, destacam-se a capital do Amazonas, com 5.813 novos registros; seguida de Manacapuru, com 162; Humaitá, com 160; Itacoatiara, com 148; e Parintins, com 122 novas empresas.

Os dados da Jucea não incluem os Microempreendedores Individuais (MEIs), que são constituídos de forma virtual, por meio do portal do Empreendedor, do Governo Federal.

Com informações da Assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022

Jovem aprendiz colabora em média com 30% da renda das famílias, diz fórum

Fórum lançado nesta quinta, busca soluções para ampliar estágio e primeiro emprego no Brasil por meio de ações alinhadas com Estados e Municípios e ao Novo Ensino Médio.

27 de janeiro de 2022

Empresas podem acionar Justiça para liberar mercadorias na Receita

Mais empresas podem seguir a Moto Honda e acionar a Justiça para desembaraçar mercadorias fiscalizadas no operação padrão dos auditores fiscais, diz a Fieam.

27 de janeiro de 2022

Setor imobiliário deve frear reação devido Inflação e juros altos, em 2022

Conjuntura de 2022 com inflação e juros altos tem diferença em relação ao ano passado quando o mercado imobiliário reagiu bem apesar da pandemia, dizem especialistas.

27 de janeiro de 2022

Faturamento do PIM cresce 32% até novembro de 2021 e bate recorde

De acordo com dados da Suframa, o faturamento do Polo Industrial de Manaus acumulado de janeiro a novembro de 2021 atingiu volume recorde de quase R$ 145,59 bilhões.

27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

27 de janeiro de 2022

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGV

Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,7 ponto em janeiro, para 98,4 pontos, o menor nível desde julho de 2020, quando o índice atingiu 89,8 pontos.

27 de janeiro de 2022