quarta-feira, 17 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Vera Castelo Branco desiste de concorrer a vice-governadora do AM

O Ministério Público Eleitoral pediu o indeferimento do registro de Vera por não estar quite com à Justiça e a ex-deputada abriu mão de concorrer a 1º eleição majoritária.
COMPARTILHE
vera castelo branco
Vera Castelo Branco informou à Justiça Eleitoral a renúncia de concorrer o cargo pela coligação Amazonas pode Mais no dia 30 de agosto (Foto: Reprodução)

A ex-deputada estadual Vera Castelo Branco (Podemos) renunciou à candidatura de vice-governadora na chapa de Henrique Oliveira (Podemos).

A decisão foi tomada na terça-feira (30). O requerimento informando ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) a desistência de concorrer ao cargo foi disponibilizado no processo de registro da candidatura na quarta-feira (31).

No documento não consta o motivo que levou a advogada a abrir mão da disputa pela coligação Amazonas pode Mais e nem quem irá substituí-la.

Vera Castelo Branco é o primeiro nome na disputa pelos cargos majoritários no Amazonas a retirar a candidata. Dois dias antes da renúncia, o Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu o indeferimento do seu registro.

A agora ex-candidata não estava quite com a Justiça Eleitoral uma vez que deixou de prestar contas das eleições de 2018, quando concorreu a deputada estadual pelo PTB.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

De acordo com o pedido de impugnação, Vera não comprovou o documento de quitação eleitoral. A posição do MPE foi contestada por Vera Castelo Branco em entrevista ao RealTime1.

A reportagem tentou apurar com o candidato Henrique Oliveira o nome de quem substituirá Vera na chapa do Podemos ao Governo. No entanto, até a publicação desta matéria, não houve resposta.

Texto: Larissa Cavalcante

Leia Mais:

COMPARTILHE